Teste Fox Highline 1.6 2017

Fox Highline

Inspirado nos monovolumes, a grande arma do Fox Highline 1.6 é a praticidade. Além disso, tem um estilo atual, oferece desempenho interessante, um bom conforto e, também, uma boa dose de tecnologia embarcada. O visual também mudou. Ele está muito parecido com o Golf, assumindo o DNA global da marca.

Veja o Teste com o Emilio:

Ficha Técnica Fox Highline 1.6 2017

Fox Highline 1.6 2017 – Equipamentos de série e opcionais

 

Foto: Emilio Camanzi

Produção e edição do vídeo: Camila Camanzi

 

Para anunciar no Blog, entre em contato conosco através do e-mail carroscomcamanzi@carroscomcamanzi.com.br ou do formulário de contato do site e solicite nosso Mídia Kit.

Inscreva-se e receba nossa newsletter semanal

Seu nome:
E-mail:*
Digite os caracteres que você vê aqui:

13 comentários em “Teste Fox Highline 1.6 2017

  1. Emílio,

    Você que está inserido no meio automotivo, poderia fazer uma pesquisa aprofundada sobre os problemas que assolam os motores da Volkswagen (linha EA 211): carbonização precoce, baixa de óleo, desgaste prematuro de peças.

    Você deve ter acesso a Engenharia da VW. Tente pesquisar algo.

    Se puder publique-a no seu site.

    Tem muitos proprietários de VW que certamente gostariam que algo fosse realizado.

    Obrigado pela atenção.

    Parabéns pelo seu site.

      1. Emílio,

        Andei descobrindo que a VW agora está afirmando que a baixa de óleo do motor EA211 1.6 16v se deve a uma falha na válvula termostática do radidador de óleo. Ela não está acionando e o óleo não está resfriando e sofre evaporação não sei exatamente aonde.
        Poderia a carbonização precoce estar ligada a perda das propriedades do óleo devido a alta temperatura?

        1. Caro Leonardo
          Com certeza essa é uma causa possível. Acho que o melhor é trocar essa válvula.
          Um abraço

  2. Tenho um Fox Highline 15/15 e também faz o barulho de tucho pela manhã com o carro frio. Na primeira revisão na VW o técnico confirmou que era carbonização no motor. Foi sugerido um aditivo e não resolveu. Na segunda vez foi sugerido novamente um aditivo e a utilização de etanol (eu ja vinha usando etanol antes). Na quarta vez que o carro foi para a concessionária eu ameacei entrar na justiça e ai o gerente chamou o pessoal da fábrica de Campinas/SP e foi constatado problema no motor. Abriram o motor e trocaram toda a parte de baixo. O carro ficou uns 6 meses bom e essa semana esta apresentando o mesmo problema. Muito insatisfeito com a VW. Sempre gostei da marca e da qualidade dos carros, mas depois desse meu caso (péssimo pós venda e problemas em um carro zero que não conseguem resolver) vou pensar na troca por um Toyota ou Honda (dizem que o pós venda é muito bom).

  3. Emilio,

    Existe diversos proprietários relatando problemas de baixa de óleo do motor VW EA211 1.6 16V.

    Tenho um Fox Highline 2015/2015 e está baixando em torno 200 ml a cada 1000 km.

    Já reclamei na concessionária, mas eles falam que no período de amaciamento é normal e que depois deverá se normalizar. Atualmente ele está com 10000 km e parece não estar se normalizando.

    Estou achando que existe alguma falha nesse motor.

    Já tive diversos carros e esse é o primeiro que baixa óleo.

    Além desse problema, quando o motor está frio, ele faz um barulho de metal com metal que desaparece quando o motor atinge a temperatura normal.

    Também relatei isso na concessionária.

    Em uma oportunidade me falaram que eram os tuchos que estâo se enchendo de óleo.

    Em outra oportunidade me falaram que é carbonização nos pistões que provoca pré-ignição.

    Gostaria que apurasse algo sobre esses problemas que relatei do EA211 1.6 16v.

    Desde já agradeço pela atenção.

    1. Caro Leonardo
      O consumo de óleo de um motor é normal. Alguns fabricantes admitem até 1 litro a cada 1.000 quilômetros rodados. Porém, considera-se normal 200 ml a cada 1.000 km, ou 1 litro a cada 10 mil km rodados, exatamente como está acontecendo com seu carro. Por isso não fique preocupado, pois o motor está sendo lubrificado de maneira correta. Só fique de olho no nível para não deixar faltar óleo…
      Quanto ao barulho metálico do motor assim à distância é difícil de diagnosticar, pois as variantes são muitas. Se fossem os tuchos esse barulho seria por apenas alguns segundos na hora que você dá a partida com ele frio; a segunda hipótese, de carbonizaçáo nos pistões não se aplica, pois dificilmente um motor com 10 mil km tem esse problema e a pré-ignição ocorre quando você está acelerando e exigindo potência do motor. Enfim, acredito que o problema realmente seja outro. O meu conselho é você levar o carro a um mecânico de confiança para tentar diagnosticar e, com o laudo na mão, se o seu carro ainda estiver na garantia ir a uma concessionaria e tentar resolver o problema.
      Um abraço

  4. Salve Emílio, se possível, teste o Fox Pepper 2017. Parabéns pela proposta via
    Internet.. Já que ficamos órfãos de seu programa aos domingos.

Deixe seu comentário: