Plástica eficiente

Hyundai HB20 1.6 Premium Automátic

Não que ele precisasse, mas depois de três anos no mercado – ele foi lançado em outubro de 2012 – sempre é de bom tom dar uma rejuvenescida. É o que aconteceu com o Hyundai HB20. A leve plástica que ganhou, fez muito bem ao modelo, principalmente nesta versão Premium automática que testamos. Além do visual, ganhou também algumas novidades na mecânica e no quesito conectividade para ficar em dia com a tendência atual.

Mas, vamos por partes, começando pelo visual. A frente ganhou uma grade dianteira maior em formato hexagonal, com barras paralelas e moldura cromada; o para-choque foi redesenhado e os faróis, que continuam os mesmos, ganharam projetores e luzes diurnas de LED. As laterais continuam iguais, a não ser as novas rodas em liga e calotas, dependendo da versão. A traseira ganhou lanternas com as luzes revistas – só em algumas versões – e um também novo para-choque, com diferenças sutis, mas que aumentou o tamanho do carro em 2 centímetros para proteger melhor a tampa do porta-malas contra pequenos impactos. Novos defletores aerodinâmicos foram acrescentados no para-choque dianteiro e no assoalho traseiro, na frente das rodas, com o objetivo de reduzir o consumo.

Internamente, o acabamento continua muito bom, com materiais de qualidade e arremates bem feitos. Ar-condicionado digital e automático e retrovisores externos, que recolhem automaticamente, agora são de série nesta versão topo de linha. O revestimento em couro marrom, que dá um ar mais sofisticado ao interior, é opcional nesta versão. Outra novidade que vale destaque é a central multimídia blueMedia, com GPS e com as tecnologias Car Link, que espelha a tela de telefones Android e Apple CarPlay, para aparelhos Apple. Essa última, só chega ano que vem, mas os clientes poderão fazer a atualização assim que estiver disponível. Quando se fala em espaço interno, o HB20 também não mudou. O porta-malas tem razoáveis 300 litros de capacidade. Como a maioria dos hatches do segmento dos compactos, acomoda bem quatro adultos, enquanto que no meio do banco traseiro, com conforto, só uma criança. Mesmo porque, apesar de ter ganhado airbags laterais nesta versão Premium, ela também não tem o cinto de três pontos e o apoio de cabeça para quem senta ali. Aliás, nesse quesito, ele continua devendo alguns detalhes que não podem faltar num carro moderno, como os importantes controles eletrônicos de tração e estabilidade e o útil auxiliar de partida em rampa.

HUNDAI_HB20_PREMIUM_2016_PAINEL (1028 x 769)

Na mecânica vieram algumas novidades a mais. Começa pelo motor 1.6 que ganhou várias melhorias internas, como novas velas de ignição, pistãos e anéis de vedação de menor atrito e novo gerenciamento do alternador, tudo com o objetivo de diminuir o consumo de combustível. Segundo a Hyundai essa redução no consumo foi de 6,5%, o que permitiu ao motor passar da nota B para a A no Programa Brasileiro de Etiquetagem do Inmetro. Mas, a melhor de todas foi a eliminação do tanquinho auxiliar de partida a frio com etanol, substituído por um sistema que a Hyundai batizou de “e-start”. Solução maravilhosa, já que eliminou todos aqueles problemas que o antigo sistema com reservatório traz a reboque, como ter que mantê-lo sempre cheio, trocar a gasolina quando não é usado por algum tempo e por aí vai.

A outra novidade é o novo câmbio de seis marchas, tanto manual como automático. A versão deste teste foi a Premium, que só tem o automático. Como o motor, apesar das modificações, manteve a mesma potência (122/128 cv) e torque 16,0/16,5 kgfm) de antes, o câmbio com um número maior de marchas é o responsável pela melhoria no desempenho. Segundo a fábrica, o HB20 automático melhorou 4% na aceleração de 0 a 100 km/h, fazendo agora em 11 segundos. Como tem a 6ª marcha longa, que funciona como um overdrive, ou seja, mantém o giro do motor baixo, permite também uma redução no nível de ruídos e, principalmente, no consumo.

Como anda

Na prática, dá pra sentir que houve uma melhora, principalmente nas retomadas, já que a maior opção de marchas faz com que o câmbio automático encontre uma que se encaixe melhor na situação, ao contrário do que acontecia antes, quando só tinha quatro. E, com a possibilidade de trocas sequenciais na alavanca de mudanças, ganha-se rapidez nas reduções. Porém, para agilizar essas trocas, borboletas atrás do volante seriam muito bem-vindas. Nas acelerações, a melhora foi muito pequena, quase não se percebe. Ou seja, para quem quer um carro um pouco mais esperto nas arrancadas, vai ter que optar pelo câmbio manual, quando o HB20 faz de 0 a 100 km/h em 9,3 segundos.

Se no desempenho não se sai tão bem como seria desejável, no consumo acaba compensando. No circuito de teste que uso para fazer essa medição, que é metade cidade e metade estrada, chegou a boas médias de 7,8 km/l com etanol e de 11,0 km/l com gasolina. Para um carro com câmbio automático e motor 1.6, são números que agradam.

DSC_1631 (1452 x 972)

No restante pode-se dizer que é um carro honesto. Tem um comportamento direcional na estrada muito bom; é fácil encontrar a posição correta de dirigir; a direção tem o peso certo para andar tanto na cidade como em manobras; a suspensão filtra bem as irregularidades do terreno e ainda permite uma boa estabilidade; e os freios se mostraram competentes em qualquer situação.

Enfim, os preços aumentaram em relação aos modelos e versões anteriores e deixa de lado alguns itens importantes de segurança. Mas, de uma maneira geral, agrada pelas linhas modernas, bom acabamento, tem uma lista de equipamentos de série que fazem o gosto do brasileiro, traz junto a fama de carro que não dá oficina e, ainda, tem cinco anos de garantia. Ou seja, bons motivos para se levar em consideração na hora de comprar um hatch compacto.

Preços:

HB20 1.0 COMFORT – R$ 38.995

HB20 1.0 COMFORT Plus – R$ 42.595

HB20 1.0 COMFORT Style – R$ 46.345

HB20 1.6 COMFORT Plus – R$ 48.745 (manual) e R$ 52.745 (automático)

HB20 1.6 COMFORT Style – R$ 51.845 (manual) e R$ 55.845 (automático)

HB20 1.6 PREMIUM Automatic – R$ 59.445 (automático), R$ 61.035 (com bancos em couro marrom) e R$ 63.535 (com os bancos em couro e sistema multimídia blueMedia)

 

O que muda no HB20 1.6 Premium Automático

Notas do Emilio – HB20 1.6 Premium Automático

Ficha Técnica – HB20 1.6 Premium Automático

 

Fotos: Camila Camanzi, Emilio Camanzi e divulgação Hyundai

2 comentários em “Plástica eficiente

Deixe seu comentário: