Trinca de quatro

Saveiro 3 (2000 x 1097)

Nova Saveiro 2017

Em tempos onde as coisas cada vez se parecem mais, como acontece com os automóveis, ser diferente é motivo forte para chamar a atenção. Foi exatamente o que a Volkswagen fez com a Saveiro modelo 2017. Depois de 33 anos, ela deixou de ter a mesma cara do Gol e do Voyage, de onde deriva, e foi contemplada com um visual mais parrudo. Além disso, ganhou uma nova versão chamada Robust, voltada para o trabalho e disponível só com cabine simples e com um design mais singelo. As versões Trendline (simples, estendida ou dupla) e Highline (dupla) são intermediárias e mantêm o mesmo desenho externo, enquanto a Cross (estendida ou dupla) é a que tem um aspecto mais sofisticado. Enfim, agora são quatro versões com três carrocerias, que permitem uma escolha mais adequada a cada necessidade.

O que mudou

A frente recebeu as maiores alterações. O capô, com novo desenho, tem dois novos vincos e está mais alto. Faróis, grade (maior e mais alta) e o para-choque também são novos. Conforme a versão, o para-choque traz dois frisos cromados que cruzam a grade e têm ligação direta com os faróis. A entrada de ar na parte inferior também cresceu para garantir uma maior ventilação do motor. A traseira também foi atualizada. São novas as lanternas do tipo tridimensionais, a tampa da caçamba, com linhas mais retas e o para-choque.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Internamente, só a versão Robust mantém o painel e acabamento dos modelos anteriores. Trendline, Highline e Cross receberam o novo painel igual ao do Gol e Voyage, além de volante multifuncional semelhante ao do Golf. O quadro de instrumentos também é o mesmo. Interessante é que a nova Saveiro, dependendo da versão, também pode ser equipada com os sistemas de informação e entretenimento disponíveis em outros carros da marca. Como o sistema App-Connect, que permite o espelhamento de smartphone, na tela sensível ao toque, com as plataformas MirrorLink, Apple CarPlay e Google Android Auto. Os sistemas de infotainment têm telas coloridas de alta definição, com 6,33 polegadas, e, além de leitura de mensagens de texto (SMS) do celular, comandos de voz e Bluetooth, têm GPS.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mecânica e como andam

As novidades na parte mecânica foram na suspensão, com a adoção de novos pneus e calços nas molas, que deixaram a nova Saveiro 34 milímetros mais alta em relação ao solo. Essa modificação, junto com o novo para-choque, também permitiu melhorar o ângulo de ataque (20,1º), facilitando o uso em estradas não pavimentadas. Como os pneus, além de mais largos (205/60 R15) são mais altos, a relação final do diferencial também acabou sendo alongada, permitindo, segundo a fábrica, uma melhora no consumo.

DSC_0107 (1448 x 972)

São dois os motores para a linha Saveiro. O antigo 1.6 Total Flex de 8 válvulas, que quando está abastecido com gasolina entrega 101 cavalos e 15,4 kgfm de torque e 104 cv e 15,6 kgfm com etanol, equipa a nova versão Robust e as versões Trendline e Highline. Continua, porém, com o “jurássico” sistema com tanque auxiliar para as partidas a frio, com etanol. Já a Saveiro Cross, vem com o novo motor 1.6 Total Flex de 16V, que entrega 110 cavalos e 15,8 kgfm de torque com gasolina e 120 cv e 16,8 kgfm com etanol, e tem sistema que dispensa o tanque auxiliar de partida a frio.

ViewImage (2923 x 2067)

Segundo a Volkswagen, a nova Saveiro cabine simples, com o motor 1.6 de 8V, é capaz de fazer de 0 a 100 km/h em 11,0 segundos e chegar aos 172 km/h de velocidade máxima, quando abastecida com gasolina, e 10,7s e 174 km/h com etanol. A versão Cross, com o motor 1.6 de 16V, mais potente, por sua vez, faz de 0 a 100 km/h em 10,6s e 173 km/h de máxima com gasolina, e 10,1s e 176 km/h com etanol.

Durante um bom test-drive, deu para perceber que as modificações na suspensão não alteraram o bom comportamento em curvas da Saveiro. Apenas mostrou-se um pouco mais sensível aos ventos laterais, devido à maior altura. Boa parte do trajeto foi realizado em uma estrada de terra, com muita lama devido à chuva recente, o que não foi empecilho para a nova Saveiro. Todas passaram sem maiores problemas, sendo que a versão Cross tem a seu favor, controles de tração, bloqueio de diferencial e pneus de uso misto (opcionais), que ajudaram muito nesse caso.

DSC_0100 (1448 x 972)

Se por um lado, o comportamento, de uma maneira geral, não se alterou em relação aos modelos anteriores, no desempenho, o alongamento da relação final do diferencial se fez sentir. Principalmente na versão Cross que, apesar de ter o motor mais potente, tem o torque máximo a altos 4.000 rpm, e, mesmo com apenas duas pessoas, em algumas subidas na estrada exigiu a redução de marcha para manter a velocidade. E, nos trechos com lama em subida, foi preciso manter o motor em altos giros para não ficar sem torque suficiente para transpor a dificuldade. Situação que não aconteceu com as picapes com motor 1.6 antigo. É que, apesar da menor potência, o torque máximo surge a baixos 2.500 rpm, facilitando as acelerações, bem como a entrega de força para vencer os obstáculos.

Preços Saveiro 2017:

Robust (cabine simples)                    R$  43.530

Trendline (cabine simples)                 R$ 47.970

Trendline (cabine estendida)             R$ 52.730

Trendline (cabine dupla)                     R$ 56.270

Highline (cabine dupla)                       R$ 63.070

Cross (cabine estendida)                    R$ 66.110

Cross (cabine dupla)                           R$ 69.250

 

Veja o clipe da nova Saveiro:

 

Equipamentos de série e opcionais Saveiro 2017

 

Águas de São Pedro, SP

O Jornalista viajou a convite da Volkswagen

Fotos: Emilio Camanzi e divulgação Volkswagen

Deixe seu comentário: