Bronzeando o braço

Uma das coisas mais importantes para conduzir bem um veículo, é manter a posição correta ao volante. Mas, ainda tem muita gente que não dá a mínima importância a isso e dirige sentado de qualquer maneira. Uma atitude ainda muito usada, é a de ficar com apenas uma mão no volante, enquanto que o braço do lado esquerdo vai apoiado na janela ou todo para fora. Tem aquele que apoia o braço e fica com “dois dedinhos” segurando o volante. E, pior, tem aquele que, além de fumar enquanto dirige com uma mão só, ainda joga a guimba do cigarro para fora do carro, assumindo o risco de provocar um incêndio.

Dirigindo com braço para fora 1

Tudo errado. Se for preciso fazer uma manobra de emergência, você vai gastar um tempo razoável para puxar o braço para dentro e segurar o volante corretamente, aumentando as chances de uma batida. E, em caso de acidente, pode acontecer o pior: você ter o braço decepado. Já imaginou?

Além das questões de segurança, manter esse péssimo hábito pode doer no bolso. É que guiar com apenas uma das mãos, com o braço para fora ou as duas coisas juntas, é infração média. Você perde 4 pontos na carteira de habilitação e, ainda, desembolsa R$ 85,13. E, acredite, ainda tem o fator saúde. Quanto mais tempo você fica com o braço exposto, mais sol ele pega e os raios ultravioleta provocam câncer de pele.

Por essas e outras, dirija com as duas mãos ao volante. Além do mais, ter só um braço bronzeado não é nada bonito!

Fotos: internet

Deixe seu comentário: