Chacoalhando as cruzetas

No sistema de tração de um veículo fora de estrada, principalmente se usado em trilhas mais pesadas, várias partes sofrem um desgaste mais acentuado. Entre elas, estão as cruzetas, tanto as das rodas e dos semieixos dianteiros, quanto as dos eixos cardãs dianteiro e traseiro.

Como elas são as responsáveis por transferir a força proveniente da caixa de câmbio aos diferenciais e rodas – e, principalmente, em muitos casos estarem expostas – acabam tendo um desgaste prematuro. Por isso é bom sempre ficar de olho se elas não estão com folga excessiva, o que vai permitir a entrada de sujeira e acelerar mais ainda seu desgaste e sua quebra.

cruzeta (16) (2172 x 1458)

Além disso, ao receberem um tranco mais forte quando estão com muita folga, também podem quebrar. Claro que, pela “Lei de Murphy”, isso vai acontecer quando você mais estiver precisando de tração… Por isso, depois de limpar seu veículo, faça um exame, chacoalhando os eixos cardãs e semieixos, para ver se as cruzetas não estão com folga excessiva. Caso estejam, não pense duas vezes, troque-as!

Fotos: Emilio Camanzi

Deixe seu comentário: