SLC e SL, dois Mercedes para sonhar

Mercedes-Benz-SL63_AMG-2017-1600-02

Não é à toa que a Mercedes-Benz os chama de dream cars, carros de sonho. Afinal, com preços que vão dos R$ 292.900 aos R$ 887.900, eles cabem no bolso de poucos, mas no sonho de muitos. São os dois novos roadsters da marca, o SL e o SLC, que estão chegando às concessionárias a partir deste mês de julho.

Os dois modelos estarão disponíveis em duas versões: a normal e a preparada pela AMG, a divisão esportiva da Mercedes, para quem quer mais desempenho. As novidades chegam ao mercado brasileiro reestilizadas, com a proposta de reforçar o prazer da direção sem capota. Com lugar para apenas duas pessoas, ambos trazem o teto rígido e sistema vario-roof, que, em menos de 20 segundos e velocidade de até 40 km/h, transformam um roadster em um cupê. Outra novidade é o sistema Dynamic Select como equipamento de série em todos. Ele adapta os parâmetros de direção, transmissão e suspensão em cinco modos diferentes de condução (Eco, Comfort, Sport, Sport + e Individual), permitindo ao motorista adequar o carro ao seu estilo de direção.

Outro detalhe comum aos dois modelos, são os faróis full LED, com sistema inteligente, que se adaptam automaticamente às condições de luz, condução e via, oferecendo a melhor condição de iluminação possível, sem ofuscar quem vem em sentido contrário. Por falar em segurança, ambos também são equipados com seis airbags (frontais, laterais e de cabeça), além dos arcos de proteção em caso de capotamento. No SLC, são dois fixos, enquanto o SL possui duas barras retráteis, ativadas no momento em que o sensor de colisão do controle do airbag reconhece uma situação de perigo de acidente.

 

SLC 300 e AMG SLC 43

Mercedes-Benz SLC 300 traseira
Mercedes-Benz SLC 300
Mercedes-Benz-SLC 300-2017-08
Mercedes-Benz-SLC 300-2017-03
Mercedes-Benz-SLC 300-2017-14
Mercedes-Benz-SLC 300-2017-16
Mercedes-Benz-SLC 300-2017-17
Mercedes-Benz-SLC 300-2017-1f
Mercedes-Benz-SLC 300-2017-24
Mercedes-Benz-SLC43_AMG-2017-0a
Mercedes-Benz-SLC43_AMG-2017-09
Mercedes-AMG SLC 43
Mercedes-Benz-SLC43_AMG-2017-0f
Mercedes-Benz-SLC43_AMG-2017-14
Mercedes-Benz-SLC43_AMG-2017-16

Passaram-se exatos 20 anos desde que a Mercedes deu início ao segmento de roadsters compactos com o SLK, versão que, nesse tempo, vendeu mais de 670 mil unidades. Mas, agora ele mudou o nome, passando a ser designado como SLC, já que compartilha a mesma plataforma do Classe C. Aqui no Brasil, ele é oferecido em duas versões, a SLC 300 (R$ 292.900) e a AMG SLC 43 (R$ 399.900). Ambos ganharam uma frente mais arredondada e com um design que lhe dá uma aparência mais longa, além de nova grade. Novas lanternas em LED e saídas duplas de escapamento completam a traseira. Internamente, o acabamento varia de apliques em alumínio na versão normal e em fibra de carbono na AMG, que também tem um design mais agressivo.

Na mecânica, as diferenças são grandes. O SLC 300 vem equipado com um motor 2.0 de quatro cilindros em linha, que entrega 245 cavalos e 37,8 kgfm de torque, permitindo que faça de 0 a 100 km/h em 5,8 segundos. Já o AMG vem com um 3.0 V6 biturbo de 367 cavalos e 53,0 kgfm de torque, capaz fazê-lo acelerar de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos. Ambos compartilham o mesmo câmbio automático 9G-Tronic (de nove marchas) e tem a velocidade máxima limitada eletronicamente a 250 km/h.

 

SL 400 e AMG SL 63

Mercedes-Benz SL 400
Mercedes-Benz SL 400-2017-01
Mercedes-Benz SL 400-2017-0c
Mercedes-Benz-SL 400-2017-02
Mercedes-Benz-SL 400-2017-06
Mercedes-Benz-SL 400-2017-12
Mercedes-Benz-SL 400-2017-08
Mercedes-Benz-SL 400-2017-09
Mercedes-Benz-SL63_AMG-2017-0b
Mercedes-Benz-SL63_AMG-2017-0c
Mercedes-Benz-SL63_AMG-2017-02
Mercedes-Benz-SL63_AMG-2017-03
Mercedes-Benz-SL63_AMG-2017-06
Mercedes-Benz-SL63_AMG-2017-0d
Mercedes-Benz-SL63_AMG-2017-21
Mercedes-Benz-SL63_AMG-2017-25
Mercedes-Benz-SL63_AMG-2017-26

Descendente do icônico 300 SL, primeiro veículo da Mercedes-Benz a usar sistema de injeção direta de combustível, a versão SL também é importada em duas versões: a “normal” SL 400 (R$ 605.900) e a AMG SL 63 (R$ 887.900). Entre as mordomias do modelo, estão os bancos climatizados e o sistema airscarf, que aquece o pescoço dos dois ocupantes, permitindo andar com a capota abaixada mesmo em dias frios.

Aqui, também, as diferenças mecânicas são grandes. O SL 400 vem equipado com o mesmo 3.0 V6 biturbo do SLC 43, com 367 cavalos (34 a mais que o anterior) e 53,0 kgfm de torque, capazes de fazer o carrão acelerar de 0 a 100 km/h em 4,9 segundos e chegar aos 250 km/h, limitados eletronicamente. O câmbio é também o mesmo automático 9G-Tronic do modelo menor.

Já o novo AMG SL 63, vem com um V8 biturbo que entrega singelos 585 cavalos de potência e um torque de nada mais nada menos do que 91,8 kgfm! Chega aos 100 por hora em 4,1 segundos e vai até os 300 km/h, também limitado eletronicamente. O câmbio automático é o AMG Speedshift MCT, que devido ao grande torque do motor, tem apenas 7 marchas. O esportivo é também o primeiro modelo da marca no Brasil a vir de série com o Active Body Control, sistema de suspensão inteligente que reduz os efeitos da força centrífuga em arrancadas, curvas acentuadas e mudanças rápidas de faixa, mantendo ainda o conforto aos ocupantes sem tirar a esportividade na condução. Esse, só sob encomenda…

 

Fichas Técnicas e Listas de Equipamentos de Série

 

Fotos: divulgação Mercedes-Benz

Vídeo: Vânia Camanzi

Deixe seu comentário: