NOTÍCIA – Marruá, pau para toda obra

Tem hora que não tem jeito. Não basta ser um 4×4 e fazer trilhas numa boa. Para encarar o verdadeiro uso severo no dia a dia, como o uso em minerações, eletrificação rural ou reflorestamentos, é preciso que ele tenha sido projetado com essa finalidade.

É o caso da segunda geração dos Agrale Marruá 4×4 para serviços severos no fora de estrada. Para começo de conversa, eles vem com o DNA de veículos desenvolvidos para serviço militar e são caminhões que contam com a agilidade e a versatilidade de uma picape média. Um dos modelos, o AM 200, é também o único caminhão 4×4 com cabine dupla de série disponível no mercado. O outro é o AM 300, que possui maior capacidade de carga e eixo com rodado duplo na traseira.

Na parte estética, essa nova geração ganhou novas portas, capô do motor, tampa traseira maior, paralamas com degraus na lateral para facilitar o acesso à caçamba, cabine mais ampla para melhorar o conforto e até um novo painel. As lanternas traseiras agora são compostas por LEDs para melhorar a visibilidade. Na mecânica, o chassi foi redesenhado para suportar melhor as cargas e torções e a suspensão traseira recebeu novos amortecedores, mais fortes e reposicionados. Um detalhe importante para o uso severo, é que a capacidade de passar por trechos alagados sem o uso do snorkel foi elevada de 600 para 800 milímetros.

Ambos são equipados com motor diesel 2.8 da Cummins com 150 cavalos de potência e câmbio manual de cinco marchas. Entre as novidades, a possibilidade de colocar opcionalmente a caixa de transmissão reduzida no AM 200 e que é de série no AM 300.

Para encarar o batente numa boa, são equipados com tanque de combustível de 100 litros, direção hidráulica, controlador automático de velocidade e tacógrafo eletrônico. Possuem uma boa lista de equipamentos opcionais para incrementar o conforto e a versatilidade, como ar-condicionado, faróis de neblina, quebra-mato, snorkel, engate para reboque, guincho, trio elétrico e até um kit multimídia com GPS, câmera de ré e sensor de estacionamento.

agralemarrua interior

 

Fotos: Julio Soares / Divulgação Agrale

Deixe seu comentário: