Lexus, segurança pela metade

Lexus ES350 - 2007 (2)

Lexus ES350 – 2007

Recall

Atenção meu amigo, se você é dono de um Lexus ES 350, fabricado pela divisão de luxo da Toyota, entre 07/072006 a 13/09/2011, é bom ficar esperto. Começa hoje a campanha de chamamento para esses modelos, pois “caso o airbag dianteiro do lado direito, o do passageiro, seja acionado, poderá ocorrer a dispersão de pequenos fragmentos metálicos da carcaça do deflagrador, juntamente com a bolsa deflagrada, e atingir os ocupantes do veículo”.

Os riscos, segundo o comunicado, são de danos materiais e de lesões físicas graves aos ocupantes.

Lexus ES350 - 2010

Lexus ES350 – 2010

Mas, o pior não é só isso. O trabalho será feito em duas etapas. Sim, não vai ter uma solução definitiva no primeiro atendimento, que pode ser agendado a partir de hoje. Antes, a Toyota promoverá a desativação do airbag do lado do passageiro e vai colocar uma etiqueta adesiva no painel do veículo dizendo que o airbag está desativado! E só a partir do dia 7 de fevereiro de 2017 (data prevista) é que a fábrica convocará novamente os proprietários para a substituição do deflagrador e reativará o sistema. Ah, somente neste momento providenciará a remoção da etiqueta!

Ora, tudo bem, os airbags dianteiros passaram a ser obrigatórios no Brasil em modelos fabricados a partir de janeiro de 2014, portanto, esses carros estão fora da “obrigatoriedade” de tê-los. A lei permite que os produzidos antes dessa data, sem o equipamento, podem rodar sem eles. Agora, aqui entre nós, onde está a tão afamada qualidade dos carros japoneses? E o respeito ao consumidor? Afinal, quem comprou o carro naquela época sabia que ele vinha com o equipamento e, talvez, tenha comprado até por isso. E, agora? O passageiro que vai ao lado ficará protegido, durante 9 meses, por uma etiqueta! Ora, não é porque a lei não exigia, na época, que agora o equipamento pode simplesmente ser desligado. Parece piada, não?

Por falar em qualidade, a Toyota ainda tem mais três recalls em andamento.

Mais um do Lexus ES 350, só que este para os veículos fabricados entre 11/09/2015 a 14/10/2015. Esses poderão apresentar no sistema ABS do freio, um possível “dano no anel de vedação da bomba do atuador e este não proporcionar a pressão adequada do fluido de freio, durante o acionamento dos sistemas de antitravamento do freio (ABS), de controle de tração (TRC) e de controle de estabilidade (VSC).”

Lexus ES350

Lexus ES350

Os riscos, nesse caso, são a possível “perda do controle da estabilidade do veículo, aumentando o risco de colisão com danos materiais, lesões físicas leves ou fatais aos ocupantes e/ou a terceiros.” Só que nesse caso se durante a inspeção na concessionária ficar evidente o problema, será feita a substituição do atuador do ABS na hora.

Os outros dois são com as novas picapes Hilux! As versões CS (cabine simples) produzidas entre 22/11/2015 e 04/04/2016, e as CD (cabine dupla) feitas de 12/11/2015 a 01/04/2016, em caso de colisão os airbags podem não funcionar conforme programado, “causando lesões físicas graves ao condutor e/ou passageiro do banco dianteiro do veículo.” Segundo a Toyota, será feita uma inspeção do “código de calibragem do software contido no módulo do sistema de airbag e, se necessário, a substituição do referido módulo.”

Hilux CS – Cabine Simples
Hilux CD – Cabine dupla

Ou seja, providência que, pelo respeito ao consumidor, deveria ser tomada também com os Lexus de 2006 a 2011. Ou não?

Enfim, se você é dono de um desses veículos, clique nos links abaixo para ver se o seu não está incluído no recall. Se estiver corra, pois com segurança não se brinca!

 

Recalls em andamento:

 

Recall Lexus ES350 – 2006 a 2011

Recall Lexus ES350 – 2015

Recall Hilux CS e CD – 2015 a 2016

 

Fotos: divulgação Lexus e Toyota

Deixe seu comentário: