Audi A5 Coupé em nova geração

A165026_medium (1754 x 1240)

Já se passaram nove anos desde que o Audi A5 coupé foi apresentado pela primeira vez, em 2007, e, agora, com a chegada da segunda geração, modelo 2017, ele continua surpreendendo. Mas, apesar da pomposa apresentação em Ingolstadt, sede da marca na Alemanha, o novo modelo só deverá começar a ser vendido na Europa em setembro deste ano. No Brasil, só no ano que vem.

Como é de praxe na Audi, já no início das vendas, terão duas versões disponíveis: o A5, mais comportado, e o S5, mais apimentado. Completamente reformulado, com nova plataforma, carroceria e com o quadro de instrumentos digital completamente configurável, ficou 60 quilos mais leve que a versão anterior. Uma das maiores preocupações no novo modelo foi com a aerodinâmica, que resultou em um Cx de apenas 0,25. Porém, mantém o mesmo espírito do modelo anterior, ou seja, linhas elegantes, mas com um DNA esportivo que é incrementado na versão S5.

Apesar de ser um cupê, a preocupação com o conforto de quem vai no banco traseiro não foi esquecida e até a distância entre-eixos foi aumentada para garantir um maior espaço aos quatro ocupantes. O acabamento interno é aquele “nota 10” dos carros de luxo alemães e o porta-malas, apesar da traseira curta, é tipo família, com 465 litros de capacidade. Estão disponíveis, ainda, bancos com função de massagem, ar-condicionado de três zonas, volante aquecido, sistema que estende o cinto para o motorista e passageiro ao lado, som 3D e teto de vidro panorâmico. Ainda neste quesito, além de um estudo aerodinâmico aprofundado para a diminuição dos ruídos provenientes da passagem do vento pela carroceria, a suspensão foi toda refeita. Agora permite que se controle a ação dos amortecedores por meio de uma tecla no console, desde a opção conforto até a esportiva.

Na conectividade também não fica atrás. Usando um sistema chamado LTE on-line, ele exibe informações de trânsito, locais interessantes, os preços dos combustíveis e notícias, além de carregar e espelhar os arquivos do seu smartphone, transfere o seu calendário para o sistema MMI e, ainda, convoca ajuda em caso de acidente.

A165075_medium (1754 x 1240)
A165021_medium (1754 x 1240)
A165020_medium (1754 x 1240)
A165018_medium (2631 x 1860)
A165023_medium (1754 x 1169)
A165025_medium (1754 x 1169)
A165022_medium (1754 x 1169)
A165037_medium (2631 x 1753)
A165031_medium (1157 x 818)
A165036_medium (2631 x 1753)
A165029_medium (1754 x 1240)
A165040_medium (1754 x 1169)

Segurança também está na ordem do dia. No trânsito, o A5 pode dirigir de forma semi-autônoma, mantendo uma distância pré-estabelecida para o carro da frente com o sistema stop and go, ajudando a evitar colisões traseiras. E mais, ele monitora o tráfego em sentido contrário caso queira virar à esquerda, reconhece sinais de trânsito, tem sensor de ponto cego, avisa quando o carro está saindo das faixas de rodagem e ainda estaciona sozinho.

Uma nova direção do tipo eletromecânica é outra novidade no novo A5 Coupé. Desenvolvida pela Audi, ela se adapta de acordo com a velocidade do veículo. Como opcional, o cliente poderá também ter a direção do tipo dinâmica, que varia sua relação de desmultiplicação, dependendo da velocidade angular das rodas, tornando a dirigibilidade mais precisa ainda.

No que diz respeito à motorização, na Europa o novo cupê terá à disposição cinco motores, sendo dois a gasolina (TFSI) e três diesel (TDI), com potências que variam de 190 a 286 cavalos. Comparado com o modelo anterior, eles oferecem até 17 por cento mais desempenho com um consumo 22 por cento menor.

Para o A5, estarão disponíveis um câmbio manual de seis velocidades e, como opcional, um automatizado de dupla embreagem de sete marchas ou um automático com conversor de torque de oito, além da tração integral quattro.

Mas, o destaque é o novo motor V6 turbo que equipa o S5 Coupé. Com 354 cavalos e 51,0 kgfm de torque, faz o S5 acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 4,7 segundos, sem deixar de ser econômico: pode fazer até 13,4 km/l. Para garantir o espírito esportivo do S5 e mais diversão ao motorista, além da suspensão com uma calibragem mais firme e da tração integral quattro de série, opcionalmente pode vir equipado com um diferencial traseiro do tipo blocante.

 

Fotos: divulgação Audi

Deixe seu comentário: