DICA SEGURA – Banguela, não!

Com o preço dos combustíveis voltando a subir, muita gente esta pensando em usar um velho e perigoso hábito: deixar o câmbio em ponto morto na descida, um truque também muito usado pelos caminhoneiros para ganhar velocidade na descida: a famosa banguela! Mas, antes de saber se economiza ou não, saiba o porque é perigoso e um péssimo hábito.

Se fizer isso, na hora de voltar a acelerar para escapar de uma situação perigosa, até pisar na embreagem, engatar uma marcha e o motor responder, o acidente já terá acontecido. E não é só. Nas freadas você não conta com a ajuda do freio motor. Nas curvas, a estabilidade acaba prejudicada, pois apenas o freio e a direção podem não ser suficientes para controlar o carro e você pode ficar rendido.

Bom, sobrou a questão do consumo e aí você pode pensar “vale a pena arriscar”. Nem essa alternativa é válida. Isso acontecia quando os carros ainda tinham carburador. Hoje, todos os veículos têm injeção de combustível e não gastam nada nas descidas, se estiverem engrenados e sem aceleração. É que nessa situação, normal em uma descida, a central eletrônica corta automaticamente o envio de combustível, pois o motor continua girando, impulsionado pelas rodas, e volta a funcionar imediatamente ao encostar o pé no acelerador. Mas, quando colocamos o câmbio em ponto morto, na banguela, ela continua mandando combustível para manter o motor funcionando em marcha lenta. Ou seja, consumindo quando poderia não estar gastando nada!

Ah, e acredite, tem mais: caso te peguem nessa “arte”, vai tomar uma multa e perder alguns pontos na carteira de habilitação.

Deixe seu comentário: