Com a cabeça no lugar

O apoio de cabeça é equipamento obrigatório nos assentos dos bancos da frente e em dois assentos do banco de trás, nos carros projetados a partir de 1999. Mas, fabricantes sérios investem também naquele que fica no meio do banco traseiro e que, por incrível que pareça, ainda é facultativo aqui no Brasil.

O equipamento evita lesões graves em caso de acidente. Porém, para funcionar de forma eficaz, não basta que ele esteja no lugar, pois em caso de um impacto na traseira, a cabeça pode passar por cima dele provocando uma lesão grave na coluna cervical. Mesmo em uma batida pequena. Para que ele funcione corretamente, é preciso que fique na posição correta, que pode ser achada por meio da regulagem de altura que eles possuem.

Fazer essa regulagem é bem simples. Basta puxá-lo para cima ou para baixo, com as duas mãos, de modo que o centro dele fique na altura dos seus olhos. O procedimento serve tanto para os apoios da frente quanto para os de trás. Assim, se houver uma batida na traseira do veículo, a cabeça não passará por cima do dispositivo e a força do impacto será dissipada de forma correta no apoio, minimizando os efeitos.

E lembre-se: como você é o responsável por quem está transportando no seu carro, é também sua a responsabilidade de alertar os passageiros para o uso correto do apoio de cabeça, da mesma forma que faz quanto ao uso do cinto de segurança.

Fotos: Emilio Camanzi

 

Deixe seu comentário: