Aumentando a tropa

Novos Porsche 911 Turbo e 911 Turbo S

Superesportivo é assim: entra ano, sai ano e sempre tem uma dose a mais de potência. Afinal, é o que os clientes desse tipo de carro mais querem. E a Porsche, como ninguém, sabe da importância desse “detalhe”. Por isso, logo no começo de janeiro, durante o Salão do Automóvel de Detroit, ela vai apresentar os novos Porsche 911 Turbo e 911 Turbo S, nas versões cupê e conversível.

Além do aumento de 20 cavalos, os novos modelos receberam as modificações já feitas nas versões Carrera e outras estéticas específicas das versões 911 Turbo. A dianteira, por exemplo, tem uma nova configuração, com defletores laterais e estreitas luzes diurnas duplas. Lateralmente o destaque são as novas rodas, de aro 20 polegadas. No 911 Turbo S, por exemplo, as rodas de cubo rápido (fixadas por uma única porca central, como nos carros de corrida) agora têm sete, em vez de dez raios duplos. No 911 Turbo as rodas, também de aro 20, agora são meia polegada mais largas, ficando iguais às da versão Turbo S.

 

A traseira também foi retrabalhada. Tem novas lanternas tridimensionais e ponteiras duplas de escapamento. E a grade na tampa do motor, agora tem três partes: a esquerda e a direita com barras verticais, enquanto que a central possui uma tomada para aumentar a entrada forçada de ar para o motor.

Mas, é na mecânica que os fãs da marca miram as atenções. O motor 3.8 litros de seis cilindros biturbo do 911 Turbo, agora tem 540 cavalos. O aumento de potência foi conseguido por meio do retrabalho nas aberturas de admissão dos cabeçotes, novas bicos injetores e aumento da pressão do combustível. O do 911 Turbo S passa a ter 580 cavalos, conseguidos com novos turbocompressores.

Com as modificações mecânicas, o 911 Turbo faz de 0 a 100 km/h em 3,0 segundos e chega aos 320 km/h de velocidade máxima, cinco quilômetros por hora mais rápido que o antecessor. O 911 Turbo S, por sua vez, faz de 0 a 100 em 2,9 segundos e é capaz de chegar aos 330 km/h, 12 a mais do que antes.

Apesar dessa fúria toda, segundo a Porsche, devido ao gerenciamento eletrônico do motor e ao novo mapeamento das trocas de marchas do câmbio robotizado de dupla embreagem, os novos modelos ficaram, também, mais econômicos. As versões cupê chegam a fazer até 11,0 km/l, enquanto que as conversíveis chegam a 10,8 km/l. Outra novidade interessante é o novo volante esportivo com 360 milímetros de diâmetro, que traz como item de série um seletor de modos de condução. Por meio de um anel rotativo, com posições graduadas, o motorista pode selecionar quatro modos de condução: normal, sport, sport plus ou individual. Esta última permite que ele configure e mantenha registrado um acerto do carro personalizado.

P15_1241_a4_rgb (1188 x 594)

Eles estarão à venda na Alemanha no final de janeiro de 2016 e devem chegar ao Brasil ainda no primeiro semestre. Os preços ainda não foram definidos.

Fotos: divulgação Porsche

 

Deixe seu comentário: