Uma justa homenagem ao criador

Lamborghini Centenario

 Se Ferruccio Lamborghini ainda estivesse vivo, estaria fazendo 100 anos. Por isso, nada mais justo do que fazer uma homenagem à altura do criador dos ícones que saem de Sant’Agata Bolognese, nos arredores de Bologna, Itália: a Lamborghini Centenario. O palco não poderia ser outro, senão o sofisticado Salão de Genebra. E mais uma vez, a Lamborghini puxou todos os holofotes para seu estande.

E não é para menos. A Centenario é algo fora do comum, conseguindo reunir a tradição com a inovação. Como obras de arte, serão feitas apenas 40 unidades, sendo 20 Coupé e 20 Roadster, que começarão a ser entregues a partir do mês que vem. Mas, não adianta sair correndo para comprar uma. Todas já estão vendidas, pela bagatela de 1 milhão e 750 mil euros, preço básico na Europa e sem impostos, obviamente. Por isso, nada melhor do que um Salão para matar a curiosidade de muitos, já que vê-la nas ruas será como acertar na loteria.

423365 (2145 x 1211)

O design é futurista. Mas, segundo a fábrica, tudo nele foi feito em razão da funcionalidade e, claro, da melhor aerodinâmica possível. Tanto o chassi quanto a carroceria, são feitos em fibra de carbono, como nos melhores F1 da atualidade. Ela tem 4,924 m de comprimento e apenas 1,143 m de altura. Internamente, nada de economia. O cliente pode escolher o tipo de acabamento, sendo que o couro, o Alcântara e a fibra de carbono fazem parte do básico. Um avançado conjunto multimídia, com uma tela sensível ao toque de 10,1 polegadas, permite ficar sempre conectado com os sistemas de infotainment, entre os quais, a Internet e o Apple CarPlay. Faz parte, ainda, um sistema de telemetria que registra os dados do carro no computador de bordo, caso o cliente queira testar suas habilidades em um circuito fechado, durante um track-day. Para tanto, sob o capô dianteiro, foi feito um espaço para acomodar dois capacetes.

423361 (2145 x 1211)

O aerofólio traseiro está integrado à carroceria, quando o carro está em baixas velocidades, para não alterar o design do carro. Mas, dependendo da condição dinâmica escolhida pelo motorista, ele pode crescer em 15 centímetros e inclinar em um ângulo de até 15º para garantir uma maior aderência em altas velocidades.

A tração é integral nas quatro rodas, a suspensão ativa e as rodas com aro 20 polegadas na frente e 21 atrás, com pneus desenvolvidos especialmente para a Centenario. Entre as novidades, o eixo traseiro direcional. Em baixas velocidades, as rodas traseiras viram no sentido oposto às da direção e, em altas, no mesmo sentido, garantido uma maior agilidade e estabilidade em qualquer condição.

O motor V12 aspirado foi emprestado da Aventador SV. Com 6,5 litros foi preparado para entregar 770 cavalos (20 a mais), conseguidos com o aumento do limite de rotação de 8.350 rpm para 8.600 rpm. É o motor mais potente feito até hoje pela Lamborghini.

423364 (2145 x 1206)

Pesando um total de 1.520 kg, a Centenario tem uma relação peso potência de apenas 1,97 kg/cv. Traduzindo: acelera de 0 a 100 km/h em apenas 2,8 segundos, chega aos 300 km/h em 23,5 segundos e ultrapassa os 350 km/h!

Não podia ter homenagem melhor para Ferruccio, não é?

 

Fotos: divulgação Lamborghini

Deixe seu comentário: