SALÃO DO AUTOMÓVEL de Buenos Aires

Em sua sétima edição, o Salão Internacional de Buenos Aires, que vai até o próximo dia 28, mostra que amadureceu e ganha cada vez mais importância no cenário sul-americano, especialmente para nós, já que lá foram apresentados modelos que estarão à venda em nosso mercado. As principais novidades que nos interessam, vem da Ford com o novo Focus que será lançado oficialmente no Brasil na semana que vem, e da Renault, com dois modelos: a picape Oroch e o Sandero R.S. 2.0

Novo Focus sedan 2016

clique para ampliar

Novo Focus hatch 2016

clique para ampliar

 

No caso da Ford, o Focus continuará vindo da Argentina em dois modelos, hatch e sedã. O hatch chegará no começo de agosto e o sedã, somente no final do mês, ambos com motores 1.6 ou 2.0 flex. É basicamente uma reestilização da atual terceira geração do modelo e que vai ficar igual à vendida atualmente, adotando a nova identidade visual da marca, já presente no New Fiesta e Ford Ka.

Entre as novidades, sistemas de frenagem de emergência autônomo e de estacionamento automático em vagas perpendiculares.

 

A Oroch, feita sobre a plataforma do Duster, vai criar um novo segmento de picapes no Brasil, ficando em tamanho, entre as compactas Volkswagen Saveiro e Fiat Strada, e as médias Chevrolet S10 e Ford Ranger, por exemplo.

Renault Oroch 1

clique para ampliar

Renault Oroch interior

clique para ampliar

Renault Oroch

clique para ampliar

As vantagens da Oroch serão as quatro portas, como nas picapes médias; o espaço interno bem melhor do que o das picapes compactas cabine dupla; e um tamanho externo praticamente igual ao do Duster, o que vai facilitar a vida de quem andar com ela na cidade, quando comparada às picapes médias.

A mecânica será igual a do Duster, com motores 1.6 e 2.0, câmbio manual ou automatizado de cinco marchas, e automático. Chegará ao mercado em novembro somente a versão com tração 4×2. A versão 4×4 só em 2016. É de se esperar também que, como nos outros modelos da marca, apesar do maior tamanho, o preço também seja competitivo com o dos concorrentes no segmento dos compactos.

 

 

Sandero r.s.2.0 traseira

clique para ampliar

Sandero r.s.2.0 painel

clique para ampliar

Sandero r.s.2.0  frente

clique para ampliar

Já o Sandero R.S. 2.0 vem para disputar um segmento especifico: o dos chamados carros esportivos, porém, com a filosofia certa. Ou seja, tem uma mecânica que justifica a aparência. É, ainda, o primeiro carro desenvolvido pela divisão Renault Sport feito fora da Europa.

O motor é o 2.0, mas trabalhado para entregar 150 cavalos, com câmbio manual de seis marchas, suspensão modificada para incrementar a estabilidade e freios a disco nas quatro rodas.

A promessa é que vai chegar aos 200 km/h. Para os que curtem dirigir, é esperar para ver!

 

Os modelos da Ford deverão estar à venda já no segundo semestre, época em que a inédita picape Renault, a Oroch, e o Sandero R.S. 2.0, ambos fabricados no Brasil, também estarão nas concessionárias.