SALÃO DE FRANKFURT – MINI, agora só no nome

A marca não perdeu a identidade, mas os carros cresceram. Esse das fotos é o grande destaque da MINI no Salão. A nova geração do Clubman que, até agora, era bem interessante, mas muito pouco prático. A marca tirou as estilosas portas suicidas e deu ao carro um ar mais convencional e prático, digamos, com as tradicionais quatro portas.

Ficou mais vendável, com certeza, e o estilo meio perua chama a atenção. Só que o destaque é mesmo o tamanho. O Clubman é o maior MINI da linha. Só para comparar, ele é 27 centímetros mais longo e 5 mais largo que o MINI de quatro portas. O entre-eixos também cresceu 10 centímetros para dar mais lugar para as pernas.

E quem um dia iria destacar o espaço para bagagens em um MINI? Pois é! O porta-malas não é tão grande. São 360 litros, mais ou menos o mesmo que um hatch médio. Só que, com os bancos traseiros rebatidos, dá para levar 1.250 litros de bagunça.

Para carregar tanta gente e tralha sem perder o fôlego, o Clubman terá o novo motor 2.0 turbinado da MINI, pelo menos na versão Cooper S, a mesma que deve ser importada para o Brasil. São 192 cavalos e 7,1 segundos para ir de 0 até 100 quilômetros por hora. Dá para o gasto! No velho continente, duas outras versões serão oferecidas: uma com o três cilindros de 1.5 litro à gasolina e outra com motor diesel.

P90187456 (885 x 652)

As vendas, na Europa, começam no dia 31 de outubro e a BMW diz que ele deve chegar ao Brasil ainda este ano.

 

Fotos: Divulgação MINI

Um comentário em “SALÃO DE FRANKFURT – MINI, agora só no nome

  1. Tá estilo uma mini perua, novo segmento? hahaha mas bem estiloso, gostei. Vamos ver o preço se vai ser tão bom quanto o novo estilo do carro!

Deixe seu comentário: