Mais bravo e mais pão duro

Porsche 718

Dá para aumentar a potência de um motor e, ao mesmo tempo, fazer com que ele fique mais econômico? Quanto o assunto é Porsche, isso é possível. Passados 20 anos da estréia do primeiro Boxster, a Porsche está reestruturando sua linha de roadster com motor central.

Começa pelo nome, que nesta nova geração, é 718 Boxster e 718 Boxster S. Além disso, dos mais fortes e econômicos, esses dois conversíveis continuam com a tradição dos motores de quatro cilindros contrapostos, que foram utilizados no carro de competições Porsche 718, com motor central, vencedor de numerosas corridas durante as décadas de 1950 e 1960.

A novidade maior fica por conta dos novos motores. São nada menos do que 35 cavalos a mais em comparação aos modelos Boxster anteriores, o que melhora consideravelmente o desempenho, além de ficar até 13% mais econômicos.

No 718 é um 2 litros com turbo compressor, que desenvolve 300 cavalos e 38,8 kgfm de torque, capaz de levá-lo de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos, aos 275 km/h de velocidade máxima e a fazer até 15,1 km/l de gasolina. No 718 S a cilindrada do motor chega aos 2,5 litros, o turbocompressor tem turbina com geometria variável e fornece 350 cavalos e 42m8 kgfm de torque. Resultado: 0 a 100 em 4,2 segundos, velocidade máxima de 285 km/h e até 13,7 km/l.

O câmbio em ambos é manual de seis marchas, mas todos os modelos importados para o Brasil terão o de dupla embreagem (PDK), que lá fora é opcional. Uma das novidades desse câmbio é que, agora, conta com “marchas virtuais” para uma maior economia de combustível.

Devido ao aumento considerável de potência, os Boxster também receberam um novo acerto de suspensão e freios maiores, para garantir a segurança necessária com o novo desempenho.

As modificações não ficaram apenas na mecânica. A carroceria também é praticamente nova. Na frente, recebeu novas e maiores entradas de ar, faróis bixenônio, com luzes diurnas integradas. Lateralmente, ganhou novas minissaias e defletores, enquanto que as maçanetas são embutidas. Rodas de aro 19 polegadas são de série, enquanto que as de 20, são opcionais. A traseira redesenhada tem um visual mais largo e abriga novas lanternas em LED. Resumindo, dos modelos anteriores, sobrou a tampa do porta-malas, o para-brisa e a capota conversível.

Internamente, o painel foi todo refeito, mas manteve algumas tradições, como o enorme conta-giros no centro do quadro de instrumentos e a chave de ignição do lado esquerdo.

high_718_boxster_718_boxster_s_2016_porsche_ag (1650 x 930)

E aí, vai querer um? Ainda vai demorar um pouco. Eles só serão vendidos a partir do dia 30 de abril, na Alemanha, com preço a partir de 53.646 euros para o 718 e de 66.141 para o 718 S. A previsão é de que cheguem ao Brasil até o fim do primeiro semestre deste ano. Quanto vão custar aqui? Bom, vai depender da variação cambial…

 

Fotos: divulgação Porsche

Deixe seu comentário: