DICA SEGURA – Navegar não é preciso!

Olhando esse pneu da foto é bem provável que você ache que ele ainda está em bom estado de uso. Ledo engano. Como fim de ano é quase sinônimo de dias com chuva, apesar dessa boa aparência, ele é um verdadeiro perigo.

O motivo é simples. Para que o pneu tenha contato eficiente com o solo com chuva, garantindo a dirigibilidade, estabilidade e evitando a perigosa aquaplanagem, é preciso que os sulcos tenham no mínimo 1,6 milímetros de profundidade. Quando chegarem nesse limite, como o da foto, os pneus devem ser substituídos. É, inclusive, o que o Código de Trânsito Brasileiro regulamenta. Abaixo disso, é multa na certa e apreensão do carro.

Mas, como saber disso? Simples, os próprios pneus te avisam quando aparecem as marcas TWI (Tread Wear Indicator) ou, simplesmente, Indicador de Desgaste da Banda de Rodagem. São pequenos blocos de borracha que ficam dentro dos sulcos, justamente na direção da marca TWI gravada na lateral do pneu. Quando esses blocos emendam com a banda de rodagem, formando uma linha, é o momento da troca, pois os sulcos já atingiram o limite de 1,6 mm.

Mas, não é só por causa da multa que você deve ficar atento. Lembre-se que, quanto menos profundo o sulco, menor a capacidade de drenar a água e, consequentemente, maior o risco de aquaplanagem, aquele fenômeno que faz o pneu flutuar sobre a lâmina de água e o carro deslizar descontrolado, podendo causar um acidente. É que nesse momento ele está, literalmente, navegando sobre a água, como se fosse um barco, sem o contato das rodas com o solo, o que impede qualquer reação. E quanto maior a velocidade, maior o risco de acontecer.

Por isso, fique atento a esse detalhe. É simples, basta olhar para a banda de rodagem do pneu. Formou-se a “linha”, para a sua segurança e a dos outros, troque os pneus sem pensar. Afinal, quando a chuva chega, às vezes sem avisar, nós não temos as mesmas “mordomias” que os pilotos de F1, que param no Box para colocar pneus com sulcos. Temos que “nos virar” com os que temos…

Ah, e não use um estepe assim. Nunca se sabe se o pneu vai furar em um dia de chuva. E, com um pneu ruim, os três novos não vão ajudar muito…

 

Fotos: Emilio Camanzi

 

Deixe seu comentário: