De olho no balanço

Falou em suspensão, falou em amortecedores. Eles garantem estabilidade em curvas, ajudam a manter o carro em linha reta, não deixam que ele fique balançando, absorvem os impactos e as irregularidades. Como você pode ver, são peças muito importantes. Mas, tem uma característica interessante: não possuem quilometragem ou prazo de validade determinado.

O desgaste deles vai depender de como usamos o carro, da carga que ele leva e, principalmente, das condições do solo. Resumindo: andando sempre no asfalto liso ele, dura mais; sempre na buraqueira, menos.

Como não conseguimos determinar isso com precisão, devemos checar o estado deles a cada 20.000 quilômetros rodados, pelo menos, para verificar, inclusive, se não tem algum com vazamento. Se sim, aí não tem jeito. É preciso trocar o que está com defeito. Porém, não caia na conversa de que amortecedor precisa ser trocado aos 30, 40 ou 50 mil quilômetros. Como já disse, dependendo do uso ele pode durar mais do que isso.

Tem uma dica que não é científica, mas pode ajudar bastante. Com o carro parado, force a carroceria para baixo em cada ponta e solte. Se a carroceria parar imediatamente, o amortecedor está ok. Se balançar duas ou mais vezes é sinal de que ele perdeu a eficiência.

Fique atento, também, se o veículo está apresentando reações diferentes ao fazer curvas ou se está balançando mais do que o normal, ao passar por ondulações.  Em caso de dúvidas, procure ajuda de um especialista.

Lembre-se que os amortecedores são itens de segurança e, com ela, não se deve relaxar.

 

Foto: Emilio Camanzi

Um comentário em “De olho no balanço

  1. Tenho um Palio Fire 2005 e sempre sinto ele muito mole, mais do que Fiats geralmente são. Levei a uma oficina especializada e me disseram que está tudo OK com tudo, molas, amortecedores, rodas balanceadas, cambagem e alinhamentos corretos etc.. Mesmo assim, sempre que saio com o carro a primeira vez no dia, ele fica absurdamente molenga, tenho a sensação de que o carro quer dançar no asfalto. Não entendo o que pode ser. Carros usados são enigmas.

Deixe seu comentário: