CURIOSIDADE – Coisas de Brasil

A cena é rara na Europa e nos Estados Unidos. Mas, aconteceu também no Brasil: quatro superesportivos Porsche Carrera GT estiveram juntos na concessionária, no mesmo dia, para fazer revisão. Aliás, segundo o representante, os quatro únicos importados oficialmente, dois em 2005 e dois em 2006. De acordo com o manual do proprietário, os Carrera GT devem fazer revisão de 10 em 10 mil quilômetros ou de ano em ano, como acontece com esses, já que o mais “rodado” está com 7 mil quilômetros.

Foto Alberto Takaoka - Divulgação (2)

Foto: Alberto Takaoka – divulgação

Considerado o “super Porsche” da década de 2000, foram feitas só 1.250 unidades, vendidas no mundo todo entre 2003 e 2006. Daí a dificuldade de reunir alguns em um mesmo lugar, por acaso.

O Carrera GT fazia uso da mais alta tecnologia disponível na época em que foi fabricado. Sua base foi um protótipo de corrida que a Porsche fez para disputar a 24 Horas de Le Mans de 2000, mas que acabou desistindo. Praticamente todo o corpo do carro é feito em fibra de carbono, os freios são de cerâmica, e o motor V10 de 5,7 litros é capaz de entregar 612 cv, suficientes para levar o superesportivo aos 330 km/h.

Uma curiosidade: foi em um carro desses que o ator Paul Walker, um dos protagonistas dos filmes Velozes e Furiosos, morreu em um acidente em 2013, na cidade de Santa Clarita, Califórnia, depois que o carro bateu em um poste e em uma árvore, pegando fogo em seguida.

 

Fotos: Alberto Takaoka – divulgação

Deixe seu comentário: