C3, mais um francês que bebe pouco

C3_BAIXA-27

Isso já era esperado, afinal a Citroën faz parte do grupo PSA, junto com a Peugeot, e, depois do 208, seria a vez do Citroën C3 receber o novo e econômico motor 1,2 l PureTech de três cilindros. Com ele, o Citroën C3 também vai abandonar o motor 1.5 que equipava as versões Origine, Attraction e Tendance.

Classificado pelo Inmetro com o índice A no quesito consumo de combustível, segundo a montadora, o novo Citroën C3 2017 consegue ser até 32% mais econômico em relação a versão anterior. Segundo as medições homologadas, o novo C3 é capaz de fazer médias de 10,6 km/l de etanol e 14,8 km/l de gasolina na cidade, e de 11,3 km/l de etanol e 16,6 km/l na estrada.

Apesar do motor ser importado da França, toda a fase de desenvolvimento para a conversão do tri-cilíndrico para a tecnologia flex foi realizada no Brasil, em mais de 400 mil quilômetros rodados de teste, além de 5.400 horas de validação em dinamômetro de motor. O resultado é que o motor 1,2 PureTech tem vários componentes diferentes do original francês, como: pistões reforçados para utilização do etanol; anéis mais finos para redução de atritos; mancais do bloco reforçados; pistões arrefecidos por jatos de óleo; bronzinas reforçadas; sedes de válvulas de admissão e escapamento reforçadas; válvula do canister adaptada ao uso de etanol; além de um chicote elétrico adaptado para o sistema de partida a frio com etanol.

C3_BAIXA-33
C3_BAIXA-46
C3_BAIXA-41
C3_BAIXA-52
C3_BAIXA-57
C3_BAIXA-63

Com isso, o motor desenvolve 84 cavalos de potência e 12,2 kgfm de torque com gasolina, e 90 cavalos e 12,9 kgfm quando queima etanol. Em função dos novos valores de potência e torque, o câmbio manual de cinco marchas, o único disponível para as versões com esse motor, teve a relação de diferencial encurtada em 9%, se comparado às versões francesas, permitindo uma maior agilidade.

Apesar da novidade, o novo Citroën C3 1.2 não traz nenhuma modificação externa, a não ser uma plaqueta na traseira com o logo Puretech. Pode, também, ser equipado como opcional nas versões Attraction e Tendance com uma nova central multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas, que permite o espelhamento de smartphones (MirrorLink e CarPlay), além de GPS e Bluetooth.

Todas as versões 1.2 têm garantia contratual de 3 anos e de 6 anos contra ferrugem na carroceria, além do “plano de revisão a R$ 1 por dia”, com preço fixo de R$ 365 para as revisões de 10, 20 e 30 mil quilômetros.

A versão de entrada é a Origine, que custa R$ 46.490, e vem com ar-condicionado; direção, espelhos retrovisores, travas e vidros elétricos.

A intermediária é a Attraction, com preço de R$ 49.990, e acrescenta rádio com Bluetooth e entrada USB, rodas em liga leve, faróis de neblina e luzes diurnas em LED.

Já na versão mais cara, a Tendance, sai a R$ 52.690 e inclui a mais, o para-brisa panorâmico, alarme e sensores de estacionamento traseiros.

 

Ficha Técnica Novo Citroën C3 2017

 

Fotos: divulgação Citroën

Deixe seu comentário: