NOTÍCIA – A crise de cada um

Pátios das fábricas lotados, demissões, férias coletivas, concessionárias abarrotadas de veículos, vendas em baixa… A situação não está nada boa para o mercado de automóveis no Brasil. Segundo os dados da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), nos seis primeiros meses de 2015 a produção de autoveículos caiu 14,8% comparada ao mesmo período do ano passado: 1,27 milhão ante 1,56, ou seja, 290 mil veículos a menos.  A crise econômica está pegando feio.

Mas a situação não é tão ruim assim para alguns. Que o diga a divisão de automóveis da Mercedes-Benz do Brasil, que anuncia, orgulhosa, um recorde de vendas no primeiro semestre deste ano e seu melhor desempenho até hoje no mercado brasileiro. Nada mais nada menos do que um aumento de 50,7% se comparado ao mesmo período de 2014. Isso junto com a liderança no segmento Premium com o Classe C, seu modelo mais vendido e que será produzido na fábrica em Iracemápolis, ao lado do GLA, a partir do primeiro trimestre de 2016. E não parou por aí: comemora junho como o melhor mês de vendas já registrado na história da divisão de automóveis.

Foram 7.513 unidades emplacadas entre janeiro e junho, em comparação com os 4.985 do mesmo período de 2014. Só em junho passado foram 1.756 unidades emplacadas. O Classe C, por enquanto o carro chefe da marca, contribuiu com 3.084 unidades.

Como se vê, no Brasil, a crise depende do bolso de cada um.

4 comentários em “NOTÍCIA – A crise de cada um

  1. Isso pode ser justificado pela nova atualização de design da Classe C junto com seu novo carro totalmente transformado. Realmente a crise é para a maioria. Mas somente uma pequena parte da população pode se dar ao luxo de comprar uma Classe C. Lembrando que ela parte dos R$143.000,00. Mas ainda assim se tivesse condições eu iria de AUDI.

  2. Quando vc fala de Mercedes, vc está falando de carro top, só quem tem sabe o valor desse carro.
    Não que as outras marcas nao tenham seus meritos, mas, chefinho, Mercedes é Mercedes,
    Dou nota 10 para ela,

Deixe seu comentário: