SALÃO DE FRANKFURT – Mais turbo nos Porsche

O Porsche 911 dispensa apresentações. É um ícone entre os esportivos, mantendo o visual nostálgico e a mesma disposição mecânica, características exigidas pelos fãs, mas sempre aprimoradas.

É o que está acontecendo com a nova geração do Porsche 911 Carrera que será apresentado no Salão de Frankfurt, nas versões cupê e conversível. O visual recebeu alguns retoques nos faróis, maçanetas, traseira redesenhada com grade de elementos verticais e novas lanternas. O interior, também, ganhou um novo sistema multimídia, com tela de 7 polegadas sensível ao toque, com módulo de navegação on-line, que informa qual a situação do trânsito e o melhor percurso on-line.

P15_0776

A grande novidade, porém, está sob o capô traseiro: a Porsche, agora, está usando motores turbo em toda a gama, deixando de lado os motores aspirados. Tudo em nome da maior eficiência, já que, além de mais potentes, são também mais econômicos e menos poluentes.

Os novos motores 3.0 litros de 6 cilindros contrapostos, possuem dois turbo compressores que elevaram a potência para 370 cavalos no Carrera e para 420 no Carrera S. Foram 20 cavalos a mais em comparação aos 3,4 e 3,8 litros aspirados usados nas versões anteriores e um litro de combustível a menos para rodar 100 quilômetros.

Claro que o torque também aumentou e ajuda a incrementar ainda mais o prazer ao dirigir, já que 45,8 kgfm de torque máximo do Carrera e os 51,0 kgfm do Carrera S são constantes de 1.500 a 5.000 rpm, incrementando ainda mais o prazer ao dirigir. E dá para escolher entre os dois tipos de câmbio: um manual de sete marchas, de série, ou o automatizado de dupla embreagem (PDK) que, combinado com um pacote esportivo, também opcional, permite ao Carrera S fazer de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos e chegar aos 308 km/h! O Carrera “normal” faz em 4,2 segundos e chega aos 295. Para incrementar o modo de dirigir, os novos Carrera vem com um seletor que altera o modo de resposta do motor. São quatro opções; Normal, Sport, Sport Plus e Individual.

Se o 911 já era uma referência em dirigibilidade, apesar do motor traseiro colocado atrás do eixo, agora melhorou essa característica com o sistema de gerenciamento de suspensão ativa Porsche, de série em todas as versões do Carrera, que permite diminuir a altura em 10 milímetros, incrementando a aerodinâmica e a estabilidade.

Para quem não estiver satisfeito com esse desempenho, a Porsche também fornece, como opcional no Carrera S, um sistema que faz as rodas traseiras esterçarem. Além de permitir manobras mais rápidas e seguras em mudanças de faixas, se a rua for apertada para fazer o retorno, o sistema também diminui o diâmetro de giro em meio metro.

911 Carrera S Cabriolet

911 Carrera S Cabriolet

Ah, e se você for comprar um deles, em dezembro, quando chegarão ao mercado, não se esqueça de pedir com um opcional importantíssimo aqui para o Brasil: o sistema eletro-hidráulico que faz o eixo dianteiro levantar 4 centímetros em 5 segundos. Com essas nossas lombadas, valetas e entradas de garagem fora de padrão, não tem coisa mais útil!

Fotos: Divulgação Porsche

 

Deixe seu comentário: