Os galhos de cada trilha

100_7647

 

Andar em trilhas de mato fechado requer certos cuidados. Um deles é manter as janelas fechadas para evitar que os galhos mais baixos entrem no veículo e acertem com força o rosto dos ocupantes. Essa atitude também impede a entrada de “caroneiros” indesejados, tipo aranhas, insetos e até cobras.

Para quem curte rodar, com frequência, em trilhas desse tipo, um bom macete é colocar dois cabos de aço presos, cada um de um lado, na ponta da capota e na extremidade dos para-lamas dianteiros ou do quebra-mato. Dessa maneira os galhos são desviados para cima da capota, facilitando a passagem, evitando que quebrem o para-brisa e que entrem no veículo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Não se esqueça que, em veículos com capota de lona, galhos mais fortes podem rasga-la e machucar os ocupantes. Por isso, antes de “enfiar a cara”, procure analisar por onde vai passar. Na dúvida, pare e procure afastar os galhos. Em qualquer veículo, porém, não se esqueça de recolher os espelhos retrovisores. São dois pontos a menos para “engastalhar” (ou quebrar) no meio da trilha.

 

Fotos: arquivo Carros com Camanzi

 

Para anunciar no Blog, entre em contato conosco através do e-mail carroscomcamanzi@carroscomcamanzi.com.br ou do formulário de contato do site e solicite nosso Mídia Kit.

Inscreva-se e receba nossa newsletter semanal

Seu nome:
E-mail:*
Digite os caracteres que você vê aqui:

Deixe seu comentário: