Maserati Quattroporte 2017, sem perder a elegância

- GranLusso e GranSport - slider (3118 x 1360)

A Maserati é uma daquelas marcas que desperta paixão, não só pelo desempenho de seus automóveis, mas também pela elegância e refinamento. O Maserati Quattroporte é um desses que se sobressai na multidão. Por isso, no novo modelo que já está à venda na Europa, o cuidado maior foi manter a personalidade desse sedã de luxo esportivo.

Desenvolvido em parceria com a Ferrari, ele é também o “carro chefe” da Maserati e, desde 2013, essa geração já vendeu mais de 24 mil unidades em 72 países. Por isso, a reestilização procurou não tirar a essência das linhas marcantes da carroceria, além de melhorar a sua aerodinâmica.

A nova grade, que continua ostentando em destaque o Tridente – símbolo da marca e da cidade de Bologna, onde nasceu a Maserati – e o para-choque dianteiro, agora formam um conjunto mais agressivo. O para-choque traseiro ganhou novas formas e recebeu um extrator de ar, enquanto as minissaias laterais e os retrovisores externos também foram redesenhados para escoarem melhor o ar. Para incrementar, ainda mais, a eficiência aerodinâmica, atrás da grade agora existe uma espécie de persiana que abre ou fecha de acordo com a necessidade de refrigeração do motor, diminuindo o arrasto. Segundo a Maserati, o conjunto da obra permitiu uma melhora do Cx, que passou de 0,31 do modelo anterior, para 0,28 no atual, com consequente melhora na velocidade máxima.

O Quattroporte também ganhou duas novas versões de acabamento: GranLusso e GranSport.

A primeira, é voltada aos compradores que, além de um bom desempenho, fazem questão de ter um veículo com acabamento de luxo. Para tanto, existem pequenas diferenças externas, como o spoiler dianteiro mais delicado e o para-choque traseiro mais “limpo’, além das pinças de freio pintadas em preto.

Por sua vez, a exclusividade e o requinte do interior ficaram a cargo do estilista Ermenegildo Zegna, que aplicou um tecido de seda patenteado, único na indústria automobilística, aplicado nos bancos, portas, teto e para-sóis. Para complementar, o painel e o volante têm apliques em madeira Radica. Ar-condicionado com quatro zonas e banco traseiro aquecido fazem parte do pacote.

GranLusso 1 (2500 x 1790)
GranLusso 2 (2500 x 1808)
GranLusso 3 (2601 x 1106)
GranLusso 4 (2225 x 1677) (1668 x 1257)
GranLusso 5 (1840 x 1228)

Já no GranSport, a pegada esportiva é mais evidente no visual externo mais agressivo, exibindo ainda as pinças de freio pintadas em vermelho. Como opção para reforçar esse caráter, a grade pode ser encomendada com a parte central pintada na cor preto brilhante, além de espelhos retrovisores, maçanetas, coluna central e perfil do para-choque dianteiro em fibra de carbono.

Internamente, ganhou novos bancos mais envolventes para firmar mais o corpo dos ocupantes em curvas em uma tocada mais esportiva. O volante e o painel também têm uma aparência mais esportiva com apliques em fibra de carbono.

GranSport 1 (1320 x 936)
GranSport 2 (1320 x 937)
GranSport 3 (2202 x 1149)
GranSport 4 (1614 x 1196)
GranSport 5 (1840 x 1228)

Em todos, continua o tradicional relógio analógico oval no centro do painel, bem como, o novo sistema multimídia com tela sensível ao toque de 8,4 polegadas além de um comando rotativo no console, que permite espelhar smarthphones compatíveis com os sistemas AppleCar e Android Auto.

Em segurança, os novos Quattroporte podem ser equipados com controle automático de velocidade adaptativo, com função stop & go, sensor de permanência em faixa de rolagem e aviso de colisão frontal com assistente de frenagem de emergência.

Com relação aos motores, o Quattroporte continua fiel à tradição da marca, com vários motores à escolha do freguês. Começa com a versão GTS com tração traseira, equipada com um V8 Twin-Turbo Ferrari com 3,8 litros de cilindrada, que entrega 537 cv e 72,4 kgfm de torque, capazes de empurrá-lo de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos e chegar aos 310 km/h. Outra opção é o V6 Ferrari de 3 litros Twin-Turbo, com 415 cavalos de potência e 56,0 kgfm, para a versão S, só com tração traseira; ou a Q4 com tração inteligente nas quatro rodas. A versão S é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos, enquanto que a Q4 o faz em 4,9 segundos. Em ambas, a velocidade máxima é de 286 km/h.

Para alguns mercados específicos, o Quattroporte pode ser equipado com um V6 de 350 cv, 20 a mais do que na versão anterior, com 50,1 kgfm de torque, que permitem ao sedã um 0 a 100 km/h em 5,5 segundos e chegar aos 270 km/h. E tem opção até para quem está preocupado com o consumo: o Quattroporte Diesel, equipado com um V6 turbo de 3,0 litros de 279 cavalos e 61,2 kgfm de torque, capaz de acelerar de 0 a 100 por hora, em 6,4 segundos e chegar aos 252 km/h.

Todas as versões são equipadas com um câmbio automático ZF de 8 velocidades e amortecedores Skyhook com controle eletrônico.

 

Fotos: divulgação Maserati

Deixe seu comentário: