Jeep faz a festa em Moab

Se há um evento em que a Jeep faz questão de estar presente, é o Easter Jeep Safari, realizado anualmente em Moab, no estado de Utah, nos Estados Unidos. O evento, que este ano vai de 8 a 16 de abril, está na 51ª edição e reúne milhares de entusiastas do off-road dispostos a passar uma semana enfrentando algumas das trilhas mais desafiadoras do país.

Moab 209
Moab 230
Moab 260
Moab 248
Moab 275

E, para este evento, a marca desenvolveu uma nova safra de veículos conceituais, que mostram o que é possível fazer em preparação para o off-road, além, é claro, de incentivar a imaginação dos seus projetistas e engenheiros para novidades que poderão vir no futuro. Detalhe: todos os modelos são funcionais. São seis novos veículos e um que já foi apresentado no SEMA Show 2016, em novembro, em Las Vegas, que vão estar em Moab.

 

Vejam quais são:

 

Jeep Grand One

Esse foi feito para comemorar também os 25 anos de lançamento do Grand Cherokee. Para tanto, foi usado um exemplar do primeiro ano/modelo 1993, que recebeu um toque de modernidade, com as rodas de aro 18 polegadas, alargadores de para-lamas que permitem mais espaço para as rodas, distância entre eixos aumentada e um sutil tratamento de madeira na carroceria. O conceito Grand One tem, ainda, pneus BFGoodrich Mud-Terrain KM2 de 33 polegadas, eixos dianteiro e traseiro equipados com bloqueio nos diferenciais e suspensão elevada em 5 cm. O interior foi mantido igual ao original, mas com toques inspirados nos anos 1990, como um telefone veicular antigo como acessório no painel. O conjunto mecânico, com motor Magnum V8 de 5,2 litros acoplado a um câmbio automático de quatro marchas, também é original.

Jeep Grand One 1 (1500 x 973)
Jeep Grand One 2 (1500 x 1000)

 

Jeep Quicksand

Criado para os entusiastas que amam a vida na areia, o Quicksand (areia movediça em inglês) é um Jeep hot rod barulhento, rápido e divertido. Por isso, o motor é um V8 HEMI® Mopar 392 (6,4 litros) combinado a um câmbio manual Getrag de seis velocidades. A enorme abertura no capô e as “cornetas” cromadas reforçam o visual vintage. Os pneus BFGoodrich Mud-Terrain são de 32 polegadas na frente e de 37 atrás. Este Wrangler hot rod teve a distância entre eixos alongada, mas a frente e a traseira foram encurtadas, bem como o teto e o para-brisas são bem mais baixos, no estilo chopped. Entre os “easter eggs”, no para-lama dianteiro esquerdo, o tradicional emblema Trail Rated foi substituído por um X-Rated (classificação pornográfica de filmes), com o desenho de um Jeep largando numa pista de arrancada. E na tampa do tanque de gasolina se lê Detroit Rocket Fuel Only (“Somente combustível de foguete de Detroit”). O interior é vermelho, tem bancos de encosto baixo, painéis de porta de chapa de alumínio, volante do Dodge Viper e alavanca de câmbio curva e vazada, com uma manopla de acrílico com uma miniatura de Jeep dentro, lembrando aquelas bolas de câmbio com caranguejos típicas dos anos 1970. O Quicksand também possui um guincho Warn escondido em um “Moon tank” montado na frente da grade dianteira. E atrás, uma corda de recuperação ocupa o espaço do tradicional paraquedas dos dragsters, os carros de arrancada.

Jeep Quicksand 1 (1500 x 975)
Jeep Quicksand 2 (1500 x 1000)
Jeep Quicksand 3 (1500 x 1000)
Jeep Quicksand 4 (1500 x 1000)
Jeep Quicksand 5 (1000 x 1500)
Jeep Quicksand 6 (1500 x 1000)
Jeep Quicksand 7 (1500 x 1000)
Jeep Quicksand 8 (1500 x 1000)

 

Jeep Safari

Já no conceito Jeep Safari, a preocupação foi a de fazer os ocupantes se sentirem ao ar livre, com as portas e o teto transparentes, permitindo aos passageiros de trás uma excelente vista. Foi baseado no Wrangler, com bagageiro de teto de alumínio de dois níveis com um drone incorporado, para-brisa mais inclinado, faróis e lanternas traseiras de LEDs. As inéditas “windoors” (mistura das palavras janela e porta em inglês) do Safari, são feitas com estrutura de alumínio leve e vinil transparente, enquanto as janelas podem ser abertas por meio de zíperes. Para garantir uma maior visibilidade aos passageiros do banco de trás, as duas poltronas giram para fora.

Jeep Safari 1 (1500 x 935)
Jeep Safari 2 (1500 x 1000)
Jeep Safari3 (1500 x 1000)

 

Jeep Trailpass

Nesse conceito, foi usado um Jeep Compass Trailhawk, incrementado para um fora de estrada mais ousado, com suspensão elevada em 4 cm e pneus Continental TerrainContact de uso misto, montados em rodas de 18 polegadas. Um bagageiro tipo cesta no teto complementa a capacidade de transporte de equipamentos para aventuras. O motor do Trailpass é um Tigershark de 2,4 litros e acoplado a uma transmissão automática de nove marchas.

Jeep Trailpass 1 (1500 x 1012)
Jeep Trailpass 2 (1500 x 1000)

 

Jeep Switchback

Com o estilo marcado pelas meia-portas vazadas e sem janelas, o Jeep Switchback é equipado para o máximo desempenho no off-road. Para tanto, foram colocados eixos dianteiro e traseiro Dana 44, suspensão elevada em 10 cm com amortecedores Fox, capas de diferencial reforçadas, para-choques de aço do Wrangler Rubicon 10th Anniversary e guincho. As rodas são de 17 polegadas com pneus BFGoodrich Mud-Terrain KM2 de 37 polegadas.

Jeep Switchback 1 (1500 x 969)
Jeep Switchback 2 (1500 x 1000)

 

Jeep Luminator

Este conceito foi idealizado para aqueles que curtem uma boa trilha noturna e querem fazer isso com o máximo de segurança. Baseado no Wrangler, o Jeep Luminator tem luzes por baixo da carroceria, faróis de 7 polegadas com projetor de LEDs de dupla função, LEDs de alta potência montados na coluna A, faróis de neblina acima do para-choque com função cornering (acompanham a direção das rodas) e spot lights auxiliares de LEDs protegidos atrás do para-brisa. O Jeep Luminator também inclui versões de LEDs dos faróis de neblina padrão de 100 mm e luzes de seta especiais montadas na grade. No capô do Luminator há um módulo de LEDs de varredura com spot ativo e tecnologia dinâmica, que oferece iluminação focada para identificar animais ou perigos na trilha. Na parte traseira, a luz de freio central tem LEDs em quatro cores que atuam como um aviso para os trilheiros que vêm atrás, indicando parar (vermelho), 2 a 5 km/h (âmbar), 5 a 40 km/h (verde) ou fornecer iluminação (branca). Tem, ainda, um painel solar no teto, almofada para aterrissagem de drone, caixa removível sobre o estepe e uma tela de toque capacitivo na janela traseira esquerda ligada a serviços de GPS e internet.

Jeep Luminator 1 (1500 x 965)
Jeep Luminator 2 (1500 x 1024)

 

Jeep CJ66

Por ter sido apresentado no Sema Show, o maior evento do mundo em customização, o CJ66 tinha que impactar. Por isso, em um chassi do Jeep Wrangler TJ de geração anterior (1997 a 2006), foi colocada a carroceira do Jeep Wrangler CJ Universal Tuxedo Park de 1966. Para complementar, foram adicionados elementos do Wrangler JK, eixos Dana 44, e um poderoso V8 Mopar HEMI de 5.7 litros de cilindrada com 388 cv, acoplado a um câmbio manual de seis marchas. A pintura é no tom cobre e os pneus de 35 polegadas BFGoodrich são montados em rodas de 17 polegadas com beadlocks, além de suspensão elevada em 5 cm. Os bancos são os mesmos do Dodge Viper. Uma bela mistura, não?

Jeep CJ66 1 (1500 x 1000)
Jeep CJ66 2 (1000 x 1500)

 

Fotos: Emilio Camanzi (em Moab) e divulgação Jeep

 

Deixe seu comentário: