Cinto de segurança em grávida

 

Uma das maiores preocupações das gestantes é com a segurança do filho que ainda esta na barriga. E aí, surge uma grande dúvida: usar ou não usar o cinto de segurança no automóvel? Bom, além de ser uma atitude obrigatória por lei, sendo colocado da maneira correta ele não oferece riscos à gestante e nem ao bebê. Ao contrário, ajuda a protegê-los em caso de acidente. E tanto faz, dirigindo ou como passageira.

Os médicos, de uma maneira geral, desaconselham dirigir a partir do oitavo mês. Porém, uma conversa com o ginecologista é aconselhável, já que cada caso é um caso.

Mas, vamos lá! Se o cinto for usado corretamente, ele vai segurar o corpo pelos ossos da bacia e do ombro, sem comprimir a barriga. Por isso, o correto é usar os de três pontos que oferecem melhor proteção. A faixa transversal tem que passar por baixo da barriga, e a diagonal, nos de três pontos, pelo meio da clavícula, entre os seios e na lateral da barriga. Se necessário, ajuste a inclinação do banco e a regulagem de altura do cinto, até que fique do jeito correto.

Nunca use a faixa superior por trás das costas ou debaixo dos braços, mesmo se recomendados por ginecologistas (infelizmente, isso já aconteceu). Em caso de impacto, você será arremessada para frente e, aí sim, poderá causar sérios danos ao bebê e a você.

 

Fotos: reprodução Internet

Deixe seu comentário: