Segurança sem mistérios

Cruze 1

Se há uma coisa que está crescendo, apesar de em ritmo lento, é a tecnologia a favor da segurança nos automóveis vendidos em nosso mercado. Porém, muita dessa tecnologia embarcada, às vezes se torna inútil pelo desconhecimento por parte do motorista, simplesmente, porque ninguém nunca lhe explicou como funciona ou para que serve.

Um exemplo positivo é o do novo Chevrolet Cruze, que pode ser equipado com um pacote tecnológico e de segurança, que vai além dos conhecidos controles eletrônicos de estabilidade e tração. Entre os itens oferecidos neste pacote, destacam-se o assistente de permanência em faixa, o alerta de colisão frontal e o alerta de ponto cego, três “assistentes” que auxiliam em muito o motorista em uma condução segura. E a boa ideia da Chevrolet foi a de fazer um vídeo de cada um para demonstrar como funcionam e como atuam. Mas, antes de ver, vai uma explicação.

O assistente de permanência em faixa utiliza uma câmera frontal e sensores que monitoram os limites das faixas de rodagem da estrada, em velocidades acima de 70 km/h, e faz pequenas correções no volante para manter o veículo dentro delas. Caso não consiga, um alerta sonoro avisa o motorista. Com a seta ligada, o sistema não é acionado e, se estiver atuando, ele também não impede nenhuma manobra intencional do condutor, que continua tendo o controle total do veículo. Tanto que o sistema também detecta se o motorista tirou as mãos do volante, avisando-o por meio de uma mensagem no painel e, em seguida, com um alarme sonoro.

Já o alerta de colisão frontal, avisa o motorista quando detecta, por meio de câmera e sensores dianteiros, risco iminente do veículo se envolver em um acidente à sua frente. Ele funciona em velocidades superiores a 40 km/h e pode ser ajustado em três níveis de distância, por meio de um botão no volante. Caso essa distância programada encurte, ele sinaliza por meio de um ícone em amarelo no quadro de instrumentos. E, quando ele detecta que os veículos estão se aproximando de forma acentuada, com risco de colisão, sem que o motorista tenha iniciado manobra de frenagem, um flash vermelho aparece no para-brisa junto com um aviso sonoro.

O alerta de ponto cego é outro assistente importante, principalmente na cidade, onde as motos e os carros cortam por todos os lados. Sensores instalados nos cantos traseiros monitoram se há veículos em pontos cegos dos espelhos retrovisores, ajudando nas manobras de troca de faixa ou conversão. Quando um veículo é detectado nessa área invisível, que corresponde a aproximadamente 3,5 metros em ambos os lados do veículo, um ícone amarelo acende no espelho retrovisor lateral correspondente. Caso a seta seja acionada para o lado que se encontra o veículo “invisível”, o ícone passa a piscar reforçando o alerta para maior segurança.

Agora, veja como funcionam nos vídeos abaixo:

Assistente de Permanência na Faixa

Alerta de Colisão Frontal

Alerta de Ponto Cego

 

Vídeos e foto: divulgação General Motors do Brasil

Deixe seu comentário: