Classe X, a picape chique da Mercedes

Mercedes-Benz - The Concept / Artipelag / Stockholm 2016

Mercedes-Benz – The Concept / Artipelag / Stockholm 2016

Fruto da aliança entre o grupo  Nissan/Renault  e a Mercedes-Benz para a fabricação de uma picape média usando uma mesma plataforma, agora foi a vez da fábrica alemã apresentar, em avant-premier, sua versão que deverá estar no mercado no final de 2017. Derivada da nova Nissan Frontier e da Renault Alaskan, a picape da Mercedes será uma versão Premium para ser vendida em vários países, inclusive no Brasil, um dos seus principais mercados. Seu nome oficial será Mercedes-Benz Classe X.

A parceria da Mercedes-Benz com a Renault-Nissan começou há seis anos. A fabricação do modelo com a marca da estrela de três pontas para o mercado europeu, australiano e sul-africano, começa em 2017 na fábrica da Nissan, em Barcelona, Espanha. O Classe X para o mercado latino-americano sairá da linha de montagem da fábrica da Renault em Córdoba, Argentina, a partir de 2018. Essa parceria permitiu à Mercedes-Benz fazer um lançamento rápido e com eficiência de custos. Além disso, ambas as empresas se beneficiam da utilização ideal da capacidade de produção das fábricas da Nissan e Renault. A Nissan é a fabricante nº 2 do mundo no segmento de picapes médias com capacidade para uma tonelada de carga, com mais de 80 anos de experiência na produção e venda desse tipo de veículo.

O Concept X-Class, que a Mercedes-Benz mostrou em Estocolmo, Suécia, já é praticamente a versão definitiva. O protótipo foi apresentado em duas variantes, a powerful adventurer, para ressaltar as características de um veículo todo terreno, e a stylish explorer, para mostrar onde pode chegar um veículo desse tipo com acabamento que o coloca em uma categoria Premium. Ela será, segundo a marca, um legítimo veículo Mercedes-Benz, desde o design típico da marca, passando pelo conforto e condução dinâmica, até o alto nível de segurança.

A forma como a picape Mercedes-Benz pretende ser referência de grande requinte no seu segmento, é evidenciada no Concept X-CLASS stylish explorer, que tem um design clássico de SUV na dianteira. Para-lamas salientes criam espaço para um ângulo amplo das rodas de 22 polegadas que, combinadas com pneus maiores, são ideais para utilização off-road. A traseira de ambos os protótipos apresenta um painel cromado típico dos SUVs na borda inferior e, outra característica marcante, um contorno sob a forma de barra luminosa em LED, com armação cromada na tampa traseira. O interior do Concept X-CLASS stylish explorer também reproduz a filosofia de sofisticação que a Mercedes-Benz aplica em seus modelos.

Já o segundo protótipo, o Concept X-Class powerful adventurer, foca nas características clássicas de uma picape, chamando a atenção para a robustez, resistência e mobilidade em todo tipo de terreno. Tem 1,90 metro de altura e pneus Mud 35×11.50 polegadas que lhe permitem um bom desempenho em qualquer terreno. A grade de radiador típica dos SUVs da marca, um guincho elétrico na dianteira e outro na traseira reforçam a aptidão ao fora de estrada.

Na parte mecânica ainda não foram divulgadas as informações oficiais. O que se sabe é que o Classe X terá várias opções de motores. O modelo topo de linha, por exemplo, virá com um motor diesel V6 conjugado com tração permanente nas quatro rodas 4MATIC. O sistema, com gerenciamento eletrônico, tem ainda uma caixa de transferência com reduzida. Além disso, em condições off-road extremas, o diferencial das rodas traseiras e o central podem ser bloqueados.

16c945_002-1801-x-1013
16c945_012-1796-x-1010
16c945_013-1805-x-1015
16c945_014-1805-x-1203
16c945_015-1805-x-1203
16c945_008-1805-x-1015
16c945_009-1805-x-1203
16c945_010-1805-x-1203

A picape poderá levar uma carga útil superior a 1,1 tonelada e puxar carretas de até 3,5 toneladas. Algo parecido com cerca de quatro metros cúbicos de lenha na caçamba e um veleiro a reboque. Outro destaque prometido pela Mercedes é o nível avançado dos equipamentos de segurança e de assistência ao motorista, que serão iguais aos dos atuais modelos que fabrica. Para o lançamento outra promessa é que um grande número de sistemas de assistência virão como itens de série.

Para se ter uma ideia do potencial global para a nova picape da Mercedes-Benz, as pesquisas mostram que atualmente o maior mercado para picapes médias é a Austrália, onde representam 14,1% da frota de veículos do país, seguida pela Argentina com 11,6%. No restante dos mercados cerca de um em cada oito veículos licenciados é uma picape média. No Brasil, a porcentagem em todo o mercado automotivo é de quase 5%, na Alemanha é 0,5%, no Reino Unido 1,3%, na Turquia 1,4% e na Rússia 0,8%.

 

 

Fotos: divulgação Mercedes-Benz

Deixe seu comentário: