T40, um chinês de respeito

A JAC lançou seu novo SUV compacto, o T40 e o Carros com Camanzi foi até São Paulo para conferir como é o utilitário esportivo, que já iniciou a pré-venda e os test drives nas concessionárias. As primeiras unidades começarão a ser entregues até o final deste mês.

Segundo Sergio Habib, presidente da JAC Motors do Brasil, a montadora pretende vender 300 carros por mês até o fim do ano e, a partir de 2018, com a versão com câmbio automático, dobrar o número e vender 600. O T40, terceiro utilitário esportivo da marca, vai começar a ser produzido aqui no Brasil em 2019, junto com o T5 e também promete ser o mais vendido da linha.

Ele foi pensado desde o início para o mercado brasileiro e desenhado na Itália, por profissionais da JAC Italy Design Center, ainda no começo de 2011. Na verdade, ele começou como A30, um hatch compacto, que, depois do primeiro protótipo, acabou virando o SUV T40. Dá só uma olhada na evolução no vídeo aí embaixo:

Com um design agressivo e moderno, a montadora diz que não se trata de um “compacto posicionado como aventureiro ou simplesmente batizado de SUV”. É alto e largo, a carroceria possui 1,57m de altura e 1,75m de largura, características indispensáveis para os idealizadores do projeto. Falando nisso, o espaço interno nos surpreendeu. Cabem cinco adultos numa boa e os bancos são bem confortáveis. Ah! E tem os importantes apoios de cabeça e cintos de três pontos para todos, além dos importantes controles eletrônicos de estabilidade, tração e assistente de partida em rampa.

Outra coisa que chamou a atenção foi o acabamento. Arremates bem feitos e bons materiais, como novo revestimento, formam um design interno bonito e superior aos outros modelos da marca. O painel, por exemplo, além de material emborrachado suave ao toque, tem apliques de couro!

Agora falando de mecânica, o motor é igual ao do T5, o 1.5 VVT 16V JetFlex. Ele oferece 125 cavalos com gasolina e 127 com etanol, com torque máximo de 152 Nm e 154 Nm, respectivamente. Por enquanto, ele só vem com câmbio manual. O automático do tipo CVT, só chega em fevereiro do ano que vem. Mas cá entre nós, não anda tão bem, pois falta torque em baixas rotações. Ele é gostoso de guiar, a suspensão foi bem trabalhada e traz conforto, é bem silencioso mesmo em pisos irregulares, mas quando chega uma subida… Bom, aí é preciso reduzir e esticar mais as marchas para o T40 aguentar. Tudo bem, éramos três dentro do carro, mas um motor mais potente cairia bem. Já o porta-malas é bom, com 450 litros de capacidade.

T40_internas_00001
T40_internas_00009
T40_internas_00013
T40_internas_00018
T40_internas_00029
T40_internas_00030
T40_internas_00032
T40_internas_00033
T40_motor_003
T40_portamalas_001
T40_predios_005
T40_predios_011
T40_predios_019
T40_predios_020
T40_predios_021
T40_predios_026
T40_predios_027
T40_predios_031
T40_predios_037
T40_terra_006

Além disso tudo, ele vem bem completo e em duas versões. A Pack 2 custa R$ 56.990 e só chega em novembro. Vem equipado com:

  • Travamento automático das portas a 15 km/h;
  • Aviso de cinto não acoplado (piloto e passageiro);
  • Freios com ABS e EBD;
  • BAS – Brake Assist System (assistente para frenagens de pânico);
  • BOS – Brake Overide System (pedal “inteligente” de freio);
  • ESP – Eletronic Stability Program (controle eletrônico de estabilidade);
  • TCS – Traction Control System (controle eletrônico de tração);
  • HSA – Hill Start Assist (assistente de partida em rampas);
  • TPMS – Tire Pressure Monitoring System (sistema de monitoramento da pressão dos pneus);
  • Sensor de estacionamento traseiro;
  • Luzes diurnas de LED;
  • Luzes de conversão estática – faróis seguem o movimento de esterçamento do volante em baixas velocidades para auxiliar nas manobras;
  • Retrovisor interno antiofuscante;
  • Função GSI (Indicador de troca de marchas);
  • Função “Follow Me Home”;
  • Abertura interna da tampa do tanque de combustível;
  • Trava elétrica das 4 portas e da tampa do porta-malas;
  • Imobilizador;
  • Alarme antifurto;
  • Cruise control (controlador de velocidade), acionado por teclas no volante;
  • Espelhos retrovisores externos com ajuste elétrico;
  • Faróis com regulagem elétrica de altura do facho;
  • Faróis com acendimento automático em função da luminosidade (sensor crepuscular);
  • Volante revestido em couro;
  • Banco do Motorista com ajuste de altura;
  • Dois assentos com Isofix;
  • Rodas de liga leve com 16 polegadas, pneus 205/55 R16;
  • Direção com assistência elétrica;
  • Comandos de áudio no volante de direção.

 

Já o Pack 3, o que andamos no test drive e que já está a venda, custa R$ 58.990 e tem a mais, em relação à versão inferior, os itens:

  • JAC Connect Front Camera;
  • Câmera de ré
  • Kit multimídia com tela de 8 polegadas.

O único opcional oferecido é a pintura bicolor, por mais R$ 1.990 e o câmbio automático, quando chegar ano que vem, vai acrescentar R$ 5.000 ao valor. Os preços são bem competitivos e aumentam a relação custo benefício do veículo, assemelhando-se a faixa de preço de modelos aventureiros menores e menos equipados. Além disso, o T40 ainda conta com uma garantia de seis anos.

Eles não tem navegador GPS e a montadora alega que a maioria das pessoas não utilizam esse sistema dos carros, mas sim os aplicativos dos celulares. Sendo esse o caso, poderiam ter investido, então, em um suporte para os aparelhos, não é mesmo?

Agora, em compensação, uma coisa interessante é a JAC Connect Front Camera, sistema inédito e inovador no Brasil, que pode até ajudar a reduzir preços do seguro. É uma câmera frontal que, junto do aplicativo JAC View, registra filmes com ou sem áudio (vai do gosto de quem está no carro) de tudo que acontece pelo caminho.

Em resumo, o carro tem dois pênaltis: o motor, que precisa de um pouco mais de potência; e o computador de bordo. Esse último mostra números muito pequenos e, com o farol aceso, uma intensidade de luz muito fraca, que faz com que a leitura dele durante o dia seja muito difícil. Porém, a novidade da marca chinesa também fez gols e surpreendeu positivamente. Claro que gosto cada um tem o seu, mas o T40 ficou bonito, sofisticado e bem equipado, mostrando que não foi só a logo que se atualizou.

 

 

 

Ficha Técnica

 

Texto: Camila Camanzi

Apresentação: Emilio Camanzi

Imagens: montadora e Carros com Camanzi

Edição: Camila Camanzi

 

 

Para anunciar no site, entre em contato conosco através do e-mail carroscomcamanzi@gmail.com e solicite nosso Mídia Kit.

Inscreva-se e receba nossa newsletter semanal

Seu nome:
E-mail:*
Digite os caracteres que você vê aqui:

6 comentários em “T40, um chinês de respeito

  1. Video de 1minuto? Nossa imaginei que por ter ido a convite da montadora num local de lançamento e ter se atentado a tantos detalhes teria um video um pouco mais completo como se tem de diversos outros carros mais do mesmo, que ano a após ano acrescenta um farol de led á mais, porém tem video de mais de 10 minutos falando sobre.

    Adoro seu blog e canal Emilio, mas esperava encontrar mais sobre o veiculo t40. Abs

  2. Eu acho engraçado nao ter um video do teste feito. Se fosse qualquer porcaria que se vende Pra os brasileiros, como, gol, fox, fiesta, e por ai vai, teria um video. Mas o preconceito e a má vontade é tão grande, que nem video tem.

  3. gostei muito do carro, fiz um teste drive e achei o carro excelente, já comprei muito feliz, aguardando ansioso.

    1. Alex, esquenta não!? O pessoal especializado em avaliar, são pentelhos mesmo; e é assim que deve ser; não deixam passar nada… Eu ficava muito ligado nas opiniões deles, e mesmo entre eles, há muitas opiniões divergêntes. Antes de comprar o Jac T5 CVT, li muito e, alguns, assim como o Emílio que fala que o motor é fraco nesta matéria, também falavam isto e aquilo; uns elogiando e outros o contrário. Quando eu fui fazer o teste drive achei o motor do Jac T5 CVT muito bom; forte, valente nas ultrapassagens, uma maravilha. Fiz teste drive no Kicks, Captur e HRV e não vi diferença nenhuma e o principal: Não vi justificativa para eu pagar um valor considerável a mais. Só prá você ter uma idéia do que estou falando, um SUV faz de 0 – 100 em 12 seg., outra faz em 11 seg. e outra faz em 13 seg., na opinião do especialista qual vai ser a melhor? A que fez em menor tempo não é mesmo? Mas isto é importante para nós? Não somos pilotos de corrida onde isto é importantíssimo e sim simples mortais que queremos conforto, segurança, prazer em dirigir, ver as paisagens e desfilar com um carro bem bonito não é verdade? Então, esquenta não, vai fazer seu teste drive e seja feliz. Eu tenho as opiniões dos especialistas, que para mim é muito importante, não como definitiva para eu finalizar a minha escolha, mas como um dos parâmetros. E ah! estou muito feliz com meu Jac T5 CVT, já com quase 6 meses. Excelente carro, recomendo. Com relação ao T40 só vai chegar em Salvador para teste drive após o dia 15 de agosto e não vejo a hora de fazer o teste drive. Li outras matérias que dizem que o T40 é super confortável e anda muito legal na cidade, filtra muito bem o som das ruas com paralelepípedos e a buraqueira; vamos ver…

Deixe seu comentário: