Ford Edge 2017, antes tarde do que nunca

NovoEdge-TestDrive-8

O novo Ford Edge 2016 era para ter chegado no começo do ano, mas só a partir do mês que vem é que estará disponível. Maior que a versão anterior e também mais caro, a nova plataforma global deixou o crossover mais confortável, já que ganhou também mais espaço interno.

Lançado no Brasil em 2008, o Edge atual é exatamente igual aos vendidos nos Estados Unidos, Europa e China. Totalmente novo no design, tem linhas mais esportivas e uma nova grade trapezoidal que o deixou com uma cara de “já vi em algum lugar”, já que é um formato que está na moda e encontrada em outros modelos da concorrência, como por exemplo, o Hyundai ix35. Porém, no todo, agrada, já que perdeu aquele ar de grandalhão, típico dos carros norte-americanos. Apesar de não parecer, está 10 centímetros maior no comprimento, 4 cm na altura e 3 cm na distância entre-eixos. Rodas em liga leve de aro 20 polegadas, ajudam a dar um ar mais robusto.

Internamente, pode vir em três configurações à escolha: todo preto; soft ceramic, com tons claros e escuros; e dark ceramic, que traz a tonalidade ocre nos bancos e portas. Além disso, a luz ambiente pode ser personalizada em 7 cores diferentes. Se o preço aumentou, pelo menos a lista de equipamentos é generosa e com bastante tecnologia embarcada. No quesito conforto, vem com bancos dianteiros elétricos aquecidos e refrigerados e banco traseiro, com rebatimento automático, também aquecido; sistema de estacionamento automático para vagas paralelas ou perpendiculares; e abertura da tampa do porta-malas elétrica automática, bastando passar o pé sob o para-choque traseiro. Fazem parte também: freio de estacionamento elétrico; ar-condicionado de duas zonas com saída para o banco traseiro; acendimento automático dos faróis; chave com sensor de presença para abertura e travamento das portas e partida; sensor de chuva e farol alto automático.

FordEdge2016-1
FordEdge2016-2
FordEdge2016-3
NovoEdge-TestDrive-6
NovoEdge-TestDrive-7
NovoFordEdge-Interior-1b
NovoFordEdge-Interior-2b
NovoFordEdge-Interior-3b

Em segurança, também se destaca. Além de 8 airbags, apoios de cabeça e cintos de segurança de três pontos (os traseiros são infláveis) para todos, vem com controles eletrônicos de tração, estabilidade e anti-capotamento; piloto automático adaptativo; alerta de colisão; e câmera dianteira com visão 180º, muito útil em cruzamentos, saídas de estacionamentos e para detectar a aproximação de pedestres. Detalhes que lhe deram a classificação de 5 estrelas em segurança nos Estados Unidos.

Na mecânica, não trouxe novidades. O motor é o conhecido 3.5 V6 TiVCT de 284 cavalos de potência a 6.500 rpm e torque de 34,5 kgfm a 4.000 rpm, suficientes para deslocar os 2.040 quilos que pesa, com desenvoltura. Câmbio automático de seis velocidades ,com aletas para trocas sequencias atrás do volante e tração permanente nas quatro rodas, complementam.

No Brasil, porém, só estará disponível na versão todo de linha Titanium por R$ 229.900 e só tem dois opcionais: teto solar e DVD nos encostos traseiros, disponíveis por R$ 5.000 cada um. No quesito manutenção, uma boa surpresa: suas três revisões obrigatórias, a cada 12 meses ou 10 mil km rodados, somam o total de R$ 864. E tem dois planos que acrescentam mais uma ou duas revisões e ampliam a garantia de 3 anos para quatro ou cinco.

Veja, abaixo, o vídeo de apresentação do novo Edge 2016:

 

Fotos e vídeo: divulgação Ford

2 comentários em “Ford Edge 2017, antes tarde do que nunca

  1. PARABÉNS PELO NOVO CANAL, NOVO SITE! TRABALHO BEM FEITO E QUE NOS AJUDA MUITO NAS ESCOLHAS POR FUTURAS COMPRAS DE VEÍCULOS. OBRIGADO!

Deixe seu comentário: